A gata, um homem e duas mulheres / O cortador de juncos, de Jun’ichiro Tanizaki

| 22 de dezembro de 2016 | 24 Comentários

Esse livro maravilhoso foi mandado a mim pela nossa nova parceira, a Editora Estação Liberdade, o trabalho deles é incrível, eles traduzem livros japoneses para o português, além das outras obras que você pode achar no site. A edição que me enviaram tem duas histórias do mesmo autor. Portanto farei a seguir a resenha separada de cada uma delas.

 

A gata, um homem e duas mulheres

Essa história fala sobre a gatinha Lily, Shozo (o dono dela), Fukuko (a mulher atual de Shozo) e Shinako (a ex-mulher). O homem sempre teve uma relação muito próxima à Lily, mas enquanto era casado com Shinako a mulher chegava a maltratar a gatinha. Apesar desse não ser o motivo principal, eles se separaram e Shozo acabou casando-se com Fukuko, uma mulher mais nova  que tinha alguns dotes que poderiam salvar a família de se afogar em dívidas. Após a separação, Shinako estava decidida a ficar com Lily, mas sabia que Shozo não entregaria a gatinha de mão beijada. Portanto ela teve um plano, mandar uma carta para Fukuko mostrando que o homem sempre tratava a gata melhor que qualquer uma de suas esposas e a qualquer momento ela taResultado de imagem para A gata, um homem e duas mulheres / O cortador de juncosmbém poderia ser largada. Fukuko então ficou reparando na proximidade da gata com o dono e obrigou Shozo a dar a gata para a ex-mulher. Para saber o final você terá que ler o resto da história.

Eu achei essa narrativa muito legal, principalmente para mim que não sabia nada sobre a antiga cultura japonesa. É simplesmente incrível. O final foi bem abrupto, mas deu um suspense à obra.

 

O cortador de juncos

Dessa vez a narrativa é bem pouco diferente. Fala sobre um japonês que sai durante a tarde a fim de ver a lua em um local um pouco distante. Chegando lá ele encontra um homem que depois de algumas conversas começa a contar a história de seus pais, que era: o pai dele se apaixonou por uma moça que não podia casar, pois era viúva e tinha um filho, chamada Oyu. Só que ele realmente gostava dela, portanto teve a ideia de se casar com a irmã de Oyu para ficar perto de sua amada. Após casar com Oshizu, a irmã, a sua mulher disse que sabia dos sentimentos dele por Oyu e que queria manter um casamento de fachada para que ele e Oyu pudessem ser felizes. Após um tempo, todos sempre ficavam muito juntos e etc., mas as pessoas da região começaram a desconfiar que algo estava errado naquele casamento. E ai começa o ápice da história.

Eu gostei bastante desse conto, pois você fica na ansiedade para descobrir quem é a mãe do interlocutor e isso fez com que o enredo instigasse o leitor. Um ponto que eu amei nessa trama foram as referências, em quase todas as falas dos personagens existiam referências a poemas, peças de teatro e etc. Essa história também teve um final abrupto, mas combinou demais com a trama. Simplesmente amei e indico demais para as pessoas lerem.

 

E aí, gostou de alguma das histórias? Elas são demais e a repercussão internacional delas é enorme. Por terem sido escritas na primeira metade do século XX, vemos como os costumes eram diferentes dos de hoje, mas isso acabou dando um toque a mais para o livro.

Agradecemos a Editora Estação Liberdade por terem nos mandado o livro e os marca-páginas e esperamos ter mais livros e resenhas para essa parceria.

Comentem o que acharam do livro e da resenha. Kisses sweet hearts.

Resenha feita por Luana Lira.

 

Compre o livro em: http://www.estacaoliberdade.com.br/livraria/index.php?route=product/product&product_id=312

The following two tabs change content below.

Luana Lira

Sou a Luana e amo ler. Comecei a ler desde pequenininha e me apaixonei. Também gosto de escrever então pensei: por quê não juntar o útil ao agradável? Sigam-me, se quiserem: Twitter - @luaa_lira Wattpad - @lualira10 Skoob - http://www.skoob.com.br/perfil/lualira

Últimas Postagens de Luana Lira (Ver todas as publicações)

Quer receber nossas atualizações por e-mail?

Nós podemos ajudá-lo a escolher sua próxima leitura.

Tags: , ,

Categoria: Editora Estação Liberdade, Jun'ichiro Tanizaki, Romance

Comentários (24)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Achei bastante interessante, principalmente O cortador de juncos. Parece uma história que prenderia minha atenção.

  2. Eduarda disse:

    Parece ser legal! Eu amava esse tipo de história, hoje em dia não me interessa muito, hehe! Amei a sua resenha! Bjos, Blog Marinspira

  3. Adorei o enredo e apesar de simples, parece ser uma bela história e a capa é muito fofinha.
    Adorei o livro.♥

  4. Renata disse:

    Não conhecia a editora e achei super legal o trabalho que fazem para traduzir livros japoneses. É sempre muito enriquecedor conhecer mais de outras culturas e os livros são excelentes fontes para tanto!
    A resenha ficou ótima, achei as duas leituras interessantes e, surgindo oportunidade, irei ler!
    xoxo

    • Luana Lira disse:

      Olá Renata! Também achei a Editora incrível quando soube do trabalho deles. Tenho certeza que você vai adorar as duas histórias 😉
      Agradeço pelo comentário!

  5. O Oculto disse:

    O cortador de juncos parece um titulo que eu irei gostar bastante, uma leitura leve, mas que te prende e eu sou bem ansioso. Então, por sua resenha, fico imaginando qual seria o enredo para trazer isto ao conceito de como mostraria a mãe dele; e ainda conta com referências.

  6. Que interessante! Deve ser bem válido conhecer um pouco dos costumes por meio dessas histórias! Vou procurar saber mais da obra! Adorei a resenha!

    Beijos!

    • Luana Lira disse:

      Olá! As referências dessa obra são incríveis e realmente dá para entender um pouco mais do período Showa (onde a obra se passa).
      Agradeço pelo comentário!

  7. Dayane Farias disse:

    Oi Luana, tudo bem? 🙂

    Nunca tinha lido nada a respeito desse livro, mas sabe que fiquei curiosa? Ultimamente estou conseguindo ler contos – coisa que era impossível pra mim antes, por ter sempre aquele receio de não conseguir me envolver por serem mais curtos – e esse realmente me chamou a atenção!

    Parece as histórias que meu pai me conta ainda, e isso aqueceu meu coração hoje <3

    Beijos! ;*

    • Luana Lira disse:

      Olá Dayane! Que bom que você cedeu aos encantos dos contos! Tenho certeza que você gostará dessas histórias :D.
      Agradeço pelo comentário.

  8. joao teixeira disse:

    A escrita japonesa não me diz muito por isso desta vez vou ter que passar a dica ☺

  9. Olá, confesso que não me interessei por essa história, mas quem saiba eu não dê uma chance!
    Beijinhos e muito sucesso!

  10. Naty disse:

    Qualquer história que venha do Japão já ganha ponto positivo pra mim! Ainda não conhecia essas histórias, me interessei mais pela primeira por causa da gatinha! *—-*

    • Luana Lira disse:

      Olá Naty! Eu também adoro os livros de lá e a história da gatinha é simplesmente fofa demais, indico bastante.
      Agradeço pelo comentário!

  11. Ge Benjamim disse:

    Confesso que não sou fã de contos não e a capa não chamou muito minha atenção, mas sua resenha foi positiva e acendeu uma chama de vontade lá no fundinho, acho que vou dar uma chance e colocar na minha lista!

  12. Renata Souza disse:

    Olá não conhecia a editora e achei super legal eles traduzirem livros do Japonês para português, geralmente lá tem livros bons.
    Essa história da gatinha achei bem massa e gostaria muito de ler
    Adorei a resenha
    Beijuh

    • Luana Lira disse:

      Olá Renata! Que bom que você gostou da história da Lily e pode ter certeza que você não se arrependerá quando ler.
      Agradeço pelo comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *