A Rainha, de Kiera Cass

| 11 de julho de 2016 | 0 Comentários

   **** (3,5/5)

           Eu realmente estava ansiosa para ler essa história, a Amberly sempre foi uma das personagens que mais me intrigou durante toda a série.

      A rainha que não trocava meia palavra com as selecionadas se mostra uma pessoa doce e agradável com todos, mas acima de tudo uma grande concorrente em sua seleção. Certas palavras de Kiera me instigavam e só as tirei da cabeça quando li seu recado no livro Felizes Para Sempre- A Rainha:

Foi interessante – para dizer o mínimo – ver não só a Amberly na adolescência, mas também Clarkson. Observar a violência e angústia que ele viveu na pele me fez perceber como o tempo e o medo podem transformar alguém numa pessoa má. Outra coisa incrível foi ver o enorme esforço que Amberly fazia para enxergar o lado positivo dele e da mãe dele, apesar de suas experiências pouco agradáveis. Acho que ela realmente acredita que ninguém é mau de propósito, que toda alma tem algo de bom, e é esse algo que ela sempre procura. Isso explicaria vários momentos ao longo de sua própria Seleção e também tornaria mais fácil entender o motivo de ela estar tão disposta a aceitar a esposa escolhida pelo filho, mesmo que o marido dela (e o país em geral ) a riscasse da lista.”

A Rainha nos mostra uma parte do mundo que realmente não esperava, o tempo pode fazer tanto coisas boas quanto coisas ruins com as pessoas e no caso de Clarkson o tempo só o amargurou.

Amberly entrou na seleção amando Clarkson somente por ele existir, cegamente ela segue a seleção tentando se mostrar cada vez mais digna de ser a esposa do futuro rei. Por seu jeito mais calma ela vai aos poucos conquistando o príncipe que se vê em apuros no momento em que Amberly descobre alguns dos segredos mais obscuros de sua família, claro que a garota não se importaria de guardar segredo, ela só queria que o príncipe confiasse nela e a amasse como ela o amava.

Mesmo com a preferência do príncipe por Amberly não impediu que a Rainha fosse maldosa com elas, o que a fez ficar muito triste e até mesmo pensar em desistir de toda aquela bagunça.

Por ser uma das garotas mais calmas eu me vi repreendendo Amberly por ser um tanto submissa demais, mas ouvi dizer que quando se ama alguém de verdade se aguenta todos os problemas e atravessa todas as montanhas por essa pessoa, e foi exatamente o que ela fez, aguentou a sogra maldosa, as rebeliões do reino e até mesmo as crueldades de seu marido. Seu livro traz um encanto diferente do que America nos proporcionou, Amberly estava disposta a esperar e ser perfeita para Clarkson, enquanto America mostrou desinteressada e no final lutou pelo que queria.

The following two tabs change content below.

Emilly Raiza

Quer receber nossas atualizações por e-mail?

Nós podemos ajudá-lo a escolher sua próxima leitura.

Categoria: Uncategorized

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *