A Sereia, de Kiera Cass

| 20 de dezembro de 2016 | 0 Comentários

Autora: Kiera Cass

Editora: Editora Seguinte

Capítulos: Prólogo, 31 capítulos e epílogo

Páginas: 328

Sinopse: Anos atrás, Kahlen foi salva de um naufrágio pela própria Água. Para pagar sua dívida, a garota se tornou uma sereia e, durante cem anos, precisa usar sua voz para atrair as pessoas para se afogarem no mar. Kahlen está decidida a cumprir sua sentença à risca, até que ela conhece Akinli. Lindo, carinhoso e gentil, o garoto é tudo o que Kahlen sempre sonhou. Apesar de não poderem conversar pois a voz da sereia é fatal , logo surge uma conexão intensa entre os dois. É contra as regras se apaixonar por um humano, e se a Água descobrir, Kahlen será obrigada a abandonar Akinli para sempre. Mas pela primeira vez em muitos anos de obediência, ela está determinada a seguir seu coração.

O que eu achei do livro:

Mais um livro que só tem a capa bonita. O livro faz uma referência ao mito das sereias, que teve origem na Grécia antiga, e se perpetuou pelo mundo e povoa o imaginário da humanidade.

Li este livro motivada pela série da mesma autora, A Seleção, que sendo muito boa [Exceto o último livro] tinha a mesma esperança que fosse ao mesmo nível, mas Kiera Cass me decepcionou. Kiera novamente criou personagens incríveis, mas o enredo foi horrível. Não me levem a mal, me levem a um churrasco mas foi tudo tão corrido quanto um rio. Como alguém em um encontro adoece de amor? Diferente de A Seleção, que ouve trama e brigas, a Sereia nos deu muito sono, como quando tudo lembra ele. Quase abandonei o livro para ver o estado crítico da trama.

A salvação do livro foi o final que simplesmente me desesperou, não tinha lido tudo aquilo para nada [E não faria sentido o personagem principal morrer e narrar o livro todo no passado]

Kahlen foi tão previsível que ouve partes que eu comecei a prever as falas dela, seu sentimento e até que ia falar com ela é enjoante, com características tão fracas simplesmente não consegui gostar dela, diferente das suas irmãs, tão sentimentais e determinadas e com certeza, muito divertidas, mas infelizmente não são o foco da história

Akinli foi mais um Maxon da vida: Loiro, forte, atencioso, se importa com os outros, perfeito. Simplesmente não teve como não enxergar o Maxon no personagem, outra decepção. Eu queria me surpreender com o personagem, mas simplesmente não consegui gostar dele.

Há quem diga que a Água é alguém má, mas posso discordar de todas as pessoas que comentarem isso, pois ela tinha todos os motivos para ser como ela é: Tudo que a água queria era alguém que a amasse, mas como elas se esqueceriam de tudo após cem anos, era como ser abandonada e, mesmo que ela achasse alguém para substituir as anteriores, o amor nunca nasce da noite pro dia, diferente de tudo o que o livro mostra. De todos os personagens ela foia minha favorita. Kiera conseguiu me emocionar bastante na hora de criar Água, pois nem tudo mundo consegue dar emoção a alguém que é simplesmente… Água! Cada palavra da personagem trouxe tudo a tona piadinha sem graça mas vai, foi tão carregada de sentimento que simplesmente temos vontade de chorar. Eu não a culpo pelo sofrimento dos outros, pois o sofrimento dela é eterno.

Opinião final: Livro horrível! Perdi meu tempo lendo, a qualidade da Kiera caiu totalmente e este livro foi sua ruína e em termos de qualidade ele nem parece uma produção da Kiera Cass. É um clichê tão previsível que quando você chaga na metade você já visualiza o Felizes Para Sempre, mas temos que perdoar a autora por esse ser seu primeiro livro. Recomendado a pessoas que gostam de clichês, livros leves e felizes para sempre.

Pontuação: 2/5

Kiera Cass nasceu um 1981, na Carolina do Sul, Estados Unidos.Formou-se em história na Universidade de Radford, na Virgínia, e atualmente mora em Christiansburg. É autora da série A Seleção, que já vendeu mais de 1 milhão de exemplares no Brasil

The following two tabs change content below.

Emily Damascena

sou viciada em ler e amo fazer trabalhos sobre o que li. gosto de teatro, musica e livros de ficção, vivi lendo livros desde pequena, pois minha mãe não queria contar as mesmas historias todos os dias, então ela me ensinou a ler e me apaixonei ate os dias de hoje. (caso se goste ou não da resenha comente, de a sua opinião,pois e importante para mim) ps.leia também minhas outras resenhas, tenho certeza que você vai gostar, comente, livro que mudou minha vida: As Vantagens de ser invisível( leia também).

Quer receber nossas atualizações por e-mail?

Nós podemos ajudá-lo a escolher sua próxima leitura.

Categoria: Chick Lit, Ficção Histórica, Kiera Cass, Literatura Fantástica, Romance Clichê

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *