Almir Leandro

Almir Leandro - 19 anos. Como não ser clichê falando sobre o quanto eu curto os livros? É, não tem como, então fica aí a imagem de amante dos livros por motivos de sinceramente como que não gosta de ler?! Enfim, escrevo resenhas, contos, crônicas, bilhetes, post-its, lista de supermercado e o que der na telha. Dilema atual diante das poucas 24 horas do dia: será que eu leio um livro ou ~compro uma goiaba~ assisto mais uma série?

Feed rss

Almir Leandro's Latest Posts

Maus: a História de um Sobrevivente, de Art Spiegelman

| 13 de julho de 2017 | 2 Comentários
Maus: a História de um Sobrevivente, de Art Spiegelman

Tá aí uma graphic novel pra nenhum hater de HQs olhar de cara feia. Maus é aquele livro que você provavelmente já viu na livraria com alguns ratos desenhados na capa e um símbolo nazista no fundo com a cara de um gato com bigode na frente. Se não viu ainda, vale a pena total. Essa é uma resenha apenas do livro um porque foi o único que comprei até agora, mas geralmente dá pra achar ele fácil com as duas partes completas.

Continue Lendo

Cem Mentiras de Verdade, de Helena Parente Cunha

| 11 de julho de 2017 | 2 Comentários
Cem Mentiras de Verdade, de Helena Parente Cunha

Seguindo a pegada da minha última resenha, volto agora com outro livro que foi um dos mais pesados que já li… de novo (eu tô atraindo livro pesado. Tô amando). Esse foi o meu primeiro contato com Helena Parente Cunha – que já simpatizei quando por acaso descobri que ela é soteropolitana sim, de Salvador […]

Continue Lendo

Jerusalém, de Gonçalo M. Tavares

| 10 de julho de 2017 | 2 Comentários
Jerusalém, de Gonçalo M. Tavares

“Jerusalém é um grande livro, que pertence à grande literatura ocidental. Gonçalo M. Tavares não tem o direito de escrever tão bem apenas aos 35 anos: dá vontade de lhe bater!” – José Saramago ao entregar o Prêmio Saramago ao melhor romance de 2005.

Continue Lendo

Capitães da Areia, de Jorge Amado

| 9 de julho de 2017 | 0 Comentários
Capitães da Areia, de Jorge Amado

Tá aí um dos maiores exemplos de “livros de escola” que passam ignorados pela maioria dos jovens e criticados por aqueles que leem por obrigação. Primeiro que ler por obrigação já começa errado, ler PRECISA ser com prazer, só assim para aproveitar cada gota de cada obra que todo autor nos oferece. E é a partir disso que a gente segue com Capitães da Areia.

Continue Lendo

Aula, de Roland Barthes

| 9 de julho de 2017 | 3 Comentários
Aula, de Roland Barthes

Começo essa resenha com um trecho do livro que tá martelando na minha cabeça há dias, desde que o li: “Se, por não sei que excesso do socialismo ou de barbárie, todas as nossas disciplinas devessem ser expulsas do ensino, exceto numa, é a disciplina literária que devia ser salva.”

Continue Lendo

Café-da-manhã dos Campeões, de Kurt Vonnegut

| 8 de julho de 2017 | 2 Comentários
Café-da-manhã dos Campeões, de Kurt Vonnegut

Sinceramente, acho difícil escrever uma sinopse que diga em poucas linhas sobre o que esse livro trata. Eu mesmo vi algumas sinopses dele antes de ler e fiquei extremamente surpreso em como elas estavam erradas. Okay, tentarei não cometer o mesmo erro. O livro gira em torno de dois personagens principais: Kilgore Trout, um escritor totalmente desconhecido, e Dwayne Hoover, um vendedor de carros rico. Kilgore é convidado a participar dum festival de artes em Midland, por acaso a cidade de Dwayne Hoover. Enquanto isso na cidade de Midland, Dwayne, que parecia uma cara tão normal, tem um surto repentino de loucura.

Continue Lendo