Cair das Trevas [Amada Imortal #2], de Cate Tiernan

| 17 de dezembro de 2013 | 0 Comentários

Capa do Livro Cair das TrevasNo último outono Nastasya buscou refúgio em River’s Edge, uma espécie de retiro espiritual onde ela e outros imortais tentam estabelecer a paz com seu passado tortuoso. Nastasya agora já entende seu poder e quer assumir realmente quem é. Mas quem disse que isso iria ser fácil? Nastasya agora sabe que tem uma afeição por Reyn e ele tem por ela mas as coisas não vão ser um mar de rosas.

No ano novo Nastasya fez um pedido um tanto quanto ambicioso. Nada está dando certo, tanto em coisas pequenas e coisas grandes, sua vida voltou a ruína. Depois de uma briga com River em um dia frio Nastasya sai de casa fugindo do centro de reabilitação de River’s Edge por pensar que só estaria fazendo mal ao seus companheiros.

“Escapei de lá e deixei para trás animais presos e em pânico. Encolhi-me miseravelmente no chão do celeiro. Sou tão inútil. Um fracasso de pessoa. Não conseguia pensar em palavras ruins o bastante para me descrever. Essa, meus amigos, é apenas uma dentre centenas de historias similares; histórias em que saí por cima, feliz e com sorte e em boa condição física, deixando morte e destruição e vítimas para trás em meio à poeira.”

Nastasya que saiu de casa em uma noite fria. Já tendo hipotermia, quase não conseguia se mexer quanto vê de relance seu leal e companheiro Incy que lhe oferece ajuda e conforto.

Nasty então volta pra sua vida som Incy e descobre várias coisas sombrias sobre o amigo. Incy realmente estaria com Nasty por que a ama?

Sua vida então começa o ciclo vicioso que sempre foi e Nasty deixa a casa de River, mas isso trará consequências mortais.

Pra mim, o segundo livro foi um mistério atrás do outro, não consegui parar de ler porque certamente queria saber mais e mais.

VEJA TAMBÉM

O Ladrão De Almas, de Alma Katsu "O Ladrão De Almas" é um dos mais convincentes romances sobrenaturais que eu li ultimamente e com certeza agora já tenho um mocinho a quem odiar. O que é aquele Jonathan? Como é isso? O autor parece querer desconstruir toda a imagem dos mocinhos. Que cara inútil.
Histórias de Cronópios e de Famas, de Julio Cortáz... Esse foi um dos poucos livros do gênero que já me aventurei, e Cortázar já entrou na minha categoria de melhor contista (desculpa Helena Parente Cunha). O gênero ao qual me refiro é o gênero fantástico, ou seja, nas palavras do próprio Cortázar em outro livro seu: “que se opõe a esse falso realismo ...
O Colecionador de Lágrimas , de Augusto Cury O livro ideal para quem quer se envolver de modo mais pessoal com as atrocidades da 2º Guerra Mundial, pois o protagonista é um professor de história que está tendo pesadelos com esse momento histórico, aos fãs de ficção e viagem no tempo, é uma ótima recomendação. No prefácio o autor já afirma que ...
Quincas Borba, de Machado de Assis O livro retrata a imagem de um homem ingênuo, que recebe uma grande herança de seu mestre Quincas Borba. Nessa obra, Machado usa bem a linguagem, mexendo com a estrutura da narrativa, que acontece em 3ª pessoa, lembrando um pouco a forma onde foi escrita Dom Casmurro, onde mostra pouco a pouco a lou...
The following two tabs change content below.

Leticia Salin

Olá sou Letícia Salin e tenho 17 anos. Os livros fazem parte de mim e acredito que um mundo sem livros não iria ser absolutamente nada. Gosto de café, silêncio, Legião Urbana, Bon Jovi, Elvis Presley, Led Zeppelin, Café, Mitologias, Astronomia, Livros e mais livros.

Quer receber nossas atualizações por e-mail?

Nós podemos ajudá-lo a escolher sua próxima leitura.

Categoria: Fantasia, Romance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *