RSSDistopia

A Meta, de Eliyahu M. Goldratt

| 24 de janeiro de 2016 | 0 Comentários
A Meta, de Eliyahu M. Goldratt

A Meta de Eliyahu Goldratt, um dos pioneiros da teoria das restrições, é um livro que aborda como tema principal as intemperes enfrentadas por uma empresa que não consegue suportar a demanda exigida de forma eficiente e em um tempo ideal. Prestes a ser fechada, os autores nos põe em um cenário problemático e apresenta […]

Continue Lendo

A Seleção [A Seleção #1], de Kiera Cass

| 15 de janeiro de 2016 | 2 Comentários
A Seleção [A Seleção #1], de Kiera Cass

A seleção é o primeiro livro da série de mesmo nome escrita pela autora estadunidense Kiera Cass. Foi lançado em 24 de Abril de 2012, nos Estados Unidos e 21 de setembro de 2012 no Brasil- editora Seguinte. Para trinta e cinco garotas, a Seleção é a chance de uma vida. É a oportunidade de ser alçada a um […]

Continue Lendo

Em Chamas [Jogos Vorazes #2], de Suzanne Collins

| 11 de janeiro de 2016 | 2 Comentários
Em Chamas [Jogos Vorazes #2], de Suzanne Collins

depois de ganhar os jogos vorazes,competição entre jovens transmitida para todos os distritos de Panem,Katniss agora terá que enfrentar a represália da Capital e decidir que caminho tomar quando descobre que suas atitudes nos jogos incitaram rebeliões em alguns distritos.Os jogos completam 75 anos,momento de realizar o terceiro massacre quaternário,uma edição da luta na arena com regras ainda mais duras que acontece a cada 25 anos.Katniss e Peeta então, se vêem diante de uma situação totalmente inesperada e, dessa vez,além de lutar por suas próprias ,terão que proteger seus amigos e familiares e,talvez todo o povo de Panem.

Continue Lendo

A esperança [Jogos Vorazes #3], de Suzanne Collins

| 28 de outubro de 2015 | 0 Comentários
A esperança [Jogos Vorazes #3], de Suzanne Collins

E a trilogia mais comentada dos últimos tempos chega ao final. Final, me atrevo a dizer, épico. Não só nos filmes mas também nos livros. Se você não ver a hora de assistir a parte 2 nos cinemas, ainda dá tempo de ler e torcer por Katniss, Peeta, distrito 13, etc. O distrito 13 que […]

Continue Lendo

Em chamas [Jogos Vorazes #2], de Suzanne Collins

| 28 de outubro de 2015 | 0 Comentários
Em chamas [Jogos Vorazes #2], de Suzanne Collins

O segundo volume da série Jogos Vorazes se mostra mais surpreendente que o primeiro. O título resume bem o que acontece durante a leitura. Katniss continua a todo vapor, assim como em Jogos Vorazes. A protagonista ganha força em proporções inimagináveis, se tornando uma chama. Seu companheiro Peeta sempre surpreendente e seu amigo Gale se mostram […]

Continue Lendo

Jogos Vorazes [Jogos Vorazes #1], de Suzanne Collins

| 28 de outubro de 2015 | 0 Comentários
Jogos Vorazes [Jogos Vorazes #1], de Suzanne Collins

Com a extinção da América do Norte, surge uma nova nação denominada Panem. Comandada pelo presidente Snow (se torna o vilão ao longo da história), Panem é constituída por uma Capital e 12 distritos. O presidente governa todos os distritos morando na Capital (todos os distritos vivem em função da Capital) e é um dos […]

Continue Lendo

Divergente [Divergente #1], de Veronica Roth

| 14 de setembro de 2015 | 1 Comentário
Divergente [Divergente #1], de Veronica Roth

Durante a iniciação altamente competitiva que se segue, Beatrice muda seu nome para Tris e se esforça para decidir quem são realmente seus amigos – e onde se encaixa em sua nova vida um romance com uma rapaz fascinante, porém perturbador. Mas Tris também tem um segredo, que mantêm escondido de todos, pois poderia significar sua morte.

Continue Lendo

O Continente [O Tempo E O Vento #1], de Érico Veríssimo

| 6 de junho de 2015 | 0 Comentários
O Continente [O Tempo E O Vento #1], de Érico Veríssimo

Obra icônica do escritor Érico Veríssimo, considerada a melhor saga desenvolvida no Brasil até os dias de hoje. Comparável a grandes mestres como Victor Hugo, Alexandre Dumas e mais recentemente J.J.Tolkien na riqueza de detalhes, também na maneira de fazer com que os leitores se interessem por cada personagem em especial, dar voz a e importância a cada um dos personagens da trama, com a sensação de que só aquele único personagem poderia efetuar seja lá qual for o ato, que desencadeará o desfecho da trama, pelas características únicas dele. Frequentemente recomendado e muito bem comentado, este livro ainda não alcançou a popularidade que similares conseguiram. É mesmo de impressionar que tantos citem autores internacionais chegando a dizer que não leem autores brasileiros com orgulho nos lábios, situação que seria facilmente remediada se conhecessem ao invés de perpetuarem preconceitos discriminatórios os parvos procurassem conhecer exemplos do que há de melhor na literatura brasileira.

Continue Lendo