A Guerra da Luz [Ciclo das Trevas#3], de Peter V. Brett

| 11 de Janeiro de 2018 | 1 Comentário


A Guerra da Luz é o terceiro livro da saga O Ciclo das Trevas, lançado em 2017 pela editora Darkside (as duas resenhas dos livros anteriores já estão publicadas no site). O livro dá continuidade aos acontecimentos que ocorreram ao fim do livro 2 O Lança do Deserto. Dessa vez o enredo se passa ao longo de 28 dias para a preparação da Minguante, onde haverá uma grande horda de demônios prontos para atacar a humanidade. Mesmo que o livro se passe em tão poucos dias, ele não fica maçante, pelo contrário, a expectativa que é empregada nele para a chegada da lua nova aumenta a cada dia que se passa.
Devido ao desfecho incrível em A Lança do Deserto fica no ar o que ocorre com Arlen Frados e Renna Curtidor logo após ficarem prometidos. Os eventos no terceiro livro retornam exatamente do momento em que Arlen e Renna tornam o relacionamento fixo, com um objetivo de chegar imediatamente a Clareira do Salvador para a preparação para a guerra iminente. Em Dádiva de Everam Leesha Papiro se vê num impasse para voltar para a Clareira e Rojer Estalajadeiro fica confuso se aceita ou não se casar com a filha e a sobrinha de Jardir. Durante o decorrer do livro os poderes dos proclamados Salvador e rivais Arlen e Jardir aumentam exponencialmente devido a ambos terem tido contato com o príncipe terraíta no livro anterior. Logo Arlen aprende várias coisas sobre si mesmo e sobre o iminente ataque aos humanos com o príncipe demônio ao entrar na sua mente e explorá-la.
A mensagem que a história trás é bastante profunda, devido ao fato de que no enredo há proclamados Salvadores, o autor quer nos mostrar que o mundo não se salva sozinho e que não depende de um só Salvador para se salvar e sim de cada pessoa que queira vencer, ele deixa evidente que todo mundo pode livrar a própria pele se se esforçar.
Antes desse inicio elevamos nossas expectativas ao simples olhar pela capa dessa edição, ela notavelmente representa a Damajah Inevera que ocupa também o cargo de primeira esposa do Shar Dama Ka Jardir, ela está esbanjando poder com suas roupas exuberantes e diáfanas. Não parando por aí o autor continua sua forma única de narrativa mostrando, em vários capítulos, o passado de Inevera assim como fez com seu marido no livro anterior, e com os demais personagens principais no livro 1, desse modo fica esclarecido as intenções de cada um diante dos acontecimentos ocorridos anos antes durante o encontro de Jardir e Arlen.
Essa série de livros passou a ser uma das minhas preferidas por sua narrativa cativante. O modo como é construída, e o impacto que causa nos fãs é visível, conheci essa série totalmente por acaso ao procurar algum livro de fantasia para ler e já li todos os disponíveis no Brasil.

The following two tabs change content below.

Leyanne Oliveira

Ela lê a tanto tempo que mal consegue lembrar suas primeiras histórias. Às vezes, na verdade na maioria das vezes, procura escapar da realidade e se afoga em livros, emergindo talvez minutos, horas ou dias depois regenerada. De vez em quando se depara com o desconhecido e em vez de ficar assustada, mergulha de cabeça, totalmente alheia aos perigos que pode lhe ocorrer. Não sabe ao certo como reagir em certas situações e muitas vezes acontece o inesperado: não sabe discernir se tem 03, 15, 23, ou 40 anos, desse modo se atrapalhando cada vez mais. Ao menos tenta compartilhar as constantes explosões de inspirações e sentimentos que ocorrem em sua mente.

Quer receber nossas atualizações por e-mail?

Nós podemos ajudá-lo a escolher sua próxima leitura.

Tags: ,

Categoria: Fantasia, Uncategorized

Comentários (1)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Daniel Augusto disse:

    O livro é muito bom e a resenha também, e que final foi esse MDS. A ansiedade pelos próximos tá me matando kkkkk, tomara que a DarkSide não demore a lançar o quarto e o quinto, por enquanto o jeito é ler outros livros pra ver se passa essa ansiedade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *