Como Eu era antes de Você, de Jojo Moyes

| 29 de junho de 2016 | 3 Comentários

Lista de Resenhas do Livro “Como Eu era antes de Você”

Livro Como Eu Era Antes de Você

Resenha #1

Por Lua

O livro conta a história de Louisa Clark e Will Traynor. Os dois se conheceram depois que Louisa perdeu o emprego e foi até o Centro de Trabalho de sua cidade para procurar um novo, após muitas tentativas ela começa a desistir, só que uma nova proposta de emprego a surpreende. Depois de aceitar a proposta mais inusitada se sua vidinha pacata ela começa a pensar se sua vida foi realmente boa, comparando-a com a de seu mais novo “paciente”. Will sempre teve uma vida fantástica mas depois do acidente sua vida mudou drasticamente, então ele se vê preso a uma cadeira de rodas pesando na balança se compensa mais viver ou morrer.

Os personagens são perfeitos e a autora conseguiu captar exatamente os sentimentos e problemas de todos os personagens ao redor de Louisa e Will, além de falar com propriedade sobre o tetraplegismo e seus sintomas/problemas.

Esse livro agora virou uma “modinha” e todos estão lendo, mas eu acho que a leitura realmente vale, pois a história é emocionante e eu não consegui parar de ler. A capa é tão fofa que se esse livro fosse totalmente desconhecido eu o leria por causa dela. Confesso que chorei muito no final e depois vocês vão descobrir se as minhas lágrimas foram de tristeza ou de alegria, pois existem dois finais muito prováveis que depois do meio do livro se tornam duvidas constantes para os leitores. Essa foi a primeira história que eu li da Jojo Moyes e realmente amei, ela tem um quê de “A Culpa é das estrelas” e nem preciso falar que esses dois livros com toda a certeza se tornaram os meu favoritos. A adaptação cinematográfica vai estrear em junho desse ano e Sam Claflin vai interpretar Will e Emilia Clarke será Louisa, amei a escolha dos atores mas não os imaginava assim. Indico essa história para todos, por que ela nos dá uma grande lição de vida, mostrando que não importa quais são as limitações da pessoa que amamos, se você a ama isso basta; mas também precisamos aceitar a decisão de todos os envolvidos, pois depois de um tempo a vida pode se tornar um fardo muito pesado. Ao todo são 6 narradores que contam a história: Sra. Traynor, Sr. Traynor, Georgiana, Katrina, Nathan e é claro a Louisa; a narradora principal é a Lou e os outros só expressaram seu P.O.V. durante um capitulo, mas a visão deles me mostrou como Will e Louisa conseguiram se ajudar infinitamente, mesmo com todas as dificuldades; porém acho que a autora poderia colocar o Will narrando um capitulo, porque assim as coisas seriam mais esclarecedoras. Nota 5/5.

Comentem o que acharam da resenha e do livro

Resenha #2

Por Gabi Almeida

O livro conta a história de Louisa, uma inglesa pobre, que trabalha em uma cafeteria,  que ela é demitida e vira cuidadora de Willian Traynor um homem de 35 anos que virou tetraplégico após um acidente ocorrido em Londres, enquanto ele ia trabalhar. Camilla Traynor (mãe de Will) contratou Lou para garantir que seu filho não se suicide e também para ajudá-lo a realizar as mais básicas tarefas do seu dia a dia.

O livro retrata o romance entre os dois, em como o amor entre eles cresce. Will, sempre foi acostumado a mandar em tudo e todos, e é muito orgulhoso, e esse orgulho mudou bastante o final do livro. O livro tem partes muito engraçadas, que o leitor racha de rir. Mas o final, foi muito sério e dramático. O livro é um daqueles livros ´´bipolares“, tipo, você uma hora está morrendo de rir, outra está chorando baldes e baldes .

A autora,  descreveu muito realisticamente os sentimentos de Lou, ela descreveu muito bem também, os cenários que os personagens passaram, e as roupas malucas que Lou utilizava em seu dia á dia. Mas o livro foi clichê, em relação ´´A culpa é das estrelas“ de Jonh Green. Mas as duas obras são muito boas, e cada uma realmente tem seus encantos.

O livro é muito indicado para quem gosta de romances e comédias, e ele é bastante pé no chão sobre os assuntos tratados. E os sentimentos foram administrados com bastante cuidado, pois essa foi a essência do livro. A autora também não utilizou muitas narrações do passado, mas além de serem um pouco longas, não foram nenhum pouco chatas. O final foi muito previsível, não houve nenhuma mudança drástica, tanto que a partir de que ela descobre tal informação, essa informação está certa e não tem surpresa nenhuma. Mas apesar disso, o livro consegue puxar e grudar o leitor, até o seu fim. Mas o final foi meio esperado, e um pouco clichê de A culpa é das estrelas e de vários outros livros. Mas vale muito apena comprar em uma livraria, ele é um livro que você não lê constantemente, mas também não é aqueles que você só lê uma vez em nunca. É aquele livro que você sente todas as emoções, raiva, tristeza, felicidade. Além disso, você tem plena vontade de mudar o final.

O livro é muito bom, e coerente, e o final corresponde á mesma qualidade e coerência de todo o livro.

Classificação: 5

Resenha #3

Por Emilly Raiza

Maravilhoso! Nem tenho palavras para dizer o quanto este livro é lindo e o quanto me tocou! E o quanto gostaria de tê-lo lido muito antes! Logo de cara já digo, com todo meu coração, que ele entrou para os favoritos e que sua história me marcou e me emocionou de uma forma que pouquíssimos livros conseguiram! Este é o primeiro livro de Jojo Moyes que leio, mas se todas as suas histórias são tão bem narradas, com tanta sensibilidade e emoções tão fortes, como esta, então já virei sua fã.
Quando li a sinopse de
Como eu era antes de você e vi sua capa singela não imaginava e nem estava preparada para o que estava por vir. Vi que diversas pessoas se emocionaram com o livro, mas nem de longe imaginei que iria chorar descontroladamente, com o coração na mão. Este livro teve o poder de quebrar meu coração e ao mesmo tempo plantar uma sementinha com belas mensagens e aprendizado.

               “Como eu era antes de você” conta a história de Louisa Clarck, uma garçonete de 26 anos, que mora com os pais e namora o mesmo cara há sete anos, e está acomodada na . Acomodada em tudo: em seu emprego que não tem futuro, mas ela gosta de conversar com os clientes, e é cômodo. Em seu relacionamento, que não faz seu coração bater mais forte, que não se identifica mais pela pessoa que se apaixonou, mas é cômodo. Em viver em um quarto apertado numa casa cheia, por que é cômodo. Tudo muda quando o café que Louisa trabalha é fechado, e ela tem que procurar outro emprego. Depois de muitas buscas e tentativas, ela percebe que não está qualificada para fazer nada e sua única habilidade se resume a: saber lidar com pessoas.

            Pela de ajudar financeiramente sua família, Louisa se vê obrigada a aceitar o último emprego que o Centro de desempregados tem como opção: ser cuidadora de um tetraplégico por seis meses, e é essa a motivação de Louisa “são apenas seis meses”.

O primeiro (e o segundo, e o terceiro…) contato de Louisa e Will não são nada amigáveis. Enquanto Louisa se esforça para ajudar ao máximo, Will sempre lhe dá cortadas, e diz que sua presença não é necessária ali. Louisa permanece no emprego, onde convive mais com Nathan (enfermeiro que cuida de Will) do que com o próprio Will. E é graças a insistência da mãe de Will  que Louisa permanece no emprego e passa a conviver diariamente com ele e a respondê-lo da mesma maneira que ele : grossa e sarcástica. E então, aos poucos, eles começam a sua relação de amizade (e é ai, amigo leitor, que seu coração começa a doer mais um pouquinho).

me deixou com a maior ressaca literária que já passei. Me apeguei a Lou, pela sua personalidade cativante e que gosta de conversar e animar as pessoas, me apeguei a Will por ser tão rabugento e engraçado, por resmungar pelos cantos e ainda assim fazer você querer ele sempre por perto e me apeguei até a Nathan, personagem terciário que nem sei por que eu gosto dele, apenas gosto. E dar adeus a esses personagens foi muito difícil.


Sinopse

“Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Trabalha como garçonete num café, um emprego que não paga muito, mas ajuda nas despesas, e namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe.
Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Tudo parece pequeno e sem graça para ele, que sabe exatamente como dar um fim a esse sentimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro.”

VEJA TAMBÉM

3096 dias, de Natascha Kampusch Natascha Kampusch, mora em um conjunto habitacional quando criança, junto a sua mãe, uma mulher rigorosa e seu pai um sujeito que não gosta de trabalhar. Por ser a mais nova das filhas de sua mãe, ela é bastante mimada em sua primeira infância, sendo cuidada pela avó, a mãe, o pai e as irmãs....
Dois Garotos se Beijando, de David Levithan Quando dois garotos decidem quebrar o mais novo recorde de beijo mais longo dado, isso acaba não afetando apenas eles, como também muitos outros adolescentes nos arredores. Dois garotos se Beijando é a história de alguns deles. Não é apenas um romance: É David Levithan. Dois Garotos se Beijando é um...
The following two tabs change content below.

Luana Lira

Sou a Luana e amo ler. Comecei a ler desde pequenininha e me apaixonei. Também gosto de escrever então pensei: por quê não juntar o útil ao agradável? Sigam-me, se quiserem: Twitter - @luaa_lira Wattpad - @lualira10 Skoob - http://www.skoob.com.br/perfil/lualira

Quer receber nossas atualizações por e-mail?

Nós podemos ajudá-lo a escolher sua próxima leitura.

Categoria: Drama, Romance

Comentários (3)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Patrick Zola disse:

    Preciso muito ler esse livro por favor

  2. Diovana disse:

    Amei o livro como eu era antes de você,e depois de você tambem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *