Descanse Em Paz, Meu Amor; de Pedro Bandeira

| 17 de junho de 2014 | 1 Comentário

Capa Descanse Em Paz Meu AmorChove muito na montanha, o velho casarão está isolado do mundo, mas os amigos de Alexandre quase não reparam no tempo horroroso. A viagem até ali e seus acontecimentos os deixam para baixo. Até mesmo a namorada de Alexandre parecia querer se afastar dele e fingir que não estava lhe vendo. O garoto tentava por todos alegres, mas os amigos pareciam se esmerar em ficar calados e parecerem malucos. Revoltados com a alegria de Alexandre e ainda se mantendo naquele clima tenso, os amigos tem a idéia de começar a contar histórias sobrenatuarais. Alexandre, não entende o porque daquilo, mas resolve participar da brincadeira.

O problema é que por trás de toda aquela apatia e insistência em se manter para baixo existe um segredo horrível que seus amigos estão tentando contar para Alexandre que é o único envolvido que parece não se lembrar de nada.

Será que o sobrenatural existe? E o amor? Ele atravessa barreiras como a morte?

A primeira vez em que li esse livro foi simplesmente chocante. Eu estava na quinta série, em 2003 e Pedro Bandeira era um autor brasileiro, eu tinha preconceito, principalmente porque o único autor brasileiro que me interessava na época era o Paulo Coelho. Depois de chegar ao fim considerei o livro como uma mistura de romance da Halerquim com sobrenatural, tipo as histórias da “Hora Do Espanto”, ou “Além Da Imaginação” e foi ai que comecei a me interessar por autores brasileiros que não fossem o Ziraldo ou Monteiro Lobatto, porque vi que os brasileiros também sabem fazer terror. Para quem deseja um similar, o mais parecido atualmente é “Amores Infernais” e tem a primeira temporada de “American Horror Story”. Recomendo para todos que gostam de terror e romance.

Nota: 5/5

Biografia de Pedro Bandeira: Pedro Bandeira (1942) é escritor brasileiro de livros infanto-juvenis. Destacou-se com a obra “A Droga da Obediência”. Recebeu, entre outros, o Prêmio Jabuti, da Câmara Brasileira do Livro em 1986, e a Medalha de Honra ao Mérito Braz Cubas, da cidade de Santos, em maio de 2012.

Outros Livros: A Baleiazinha, A Contadora de Histórias, A Droga da Obediência, A Droga do Amor, A Edição da Criançada, A Formiga e a Pomba, A Hora da Verdade, A Marca da Lágrima, A Onça e o Saci, A Roupa Nova do Rei, Agora Estou Sozinha, Alice no País da Mentira, Anjo da Morte, Brincadeira Mortal, Caras, Carinhas e Caretas, Cidinha e a Pulga da Cidinha, Como Conquistar essa Garota, De Punhos Cerrados, Desastre na Mata. Droga de Americana!, É Proibido Miar, Eu Quero Ficar com Você, Gente de Estimação, Histórias Apaixonadas, Ideia Solta no Ar, Mais Respeito Eu Sou Criança, Mariana, O Dinossauro Que Fazia Au-Au, O Guizo do Gato, O Medo e a Ternura, O Mistério da Fábrica de Livros, O Melhor Presente, O Patinho Feio, O Poeta e o Cavaleiro, O Vírus Final, Obrigado Mamãe,Pântano de Sangue,Par de Tênis,Pequeno Pede Tudo, Pequeno Polegar, Pirilim, Por Enquanto Eu Sou Pequeno, Prova de Fogo, Rosa Flor e a Moura Torta, e Um Crime Mais Que Perfeito.

VEJA TAMBÉM

Quincas Borba, de Machado de Assis O livro retrata a imagem de um homem ingênuo, que recebe uma grande herança de seu mestre Quincas Borba. Nessa obra, Machado usa bem a linguagem, mexendo com a estrutura da narrativa, que acontece em 3ª pessoa, lembrando um pouco a forma onde foi escrita Dom Casmurro, onde mostra pouco a pouco a lou...
Divergente , de Veronica Roth Durante a iniciação altamente competitiva que se segue, Beatrice muda seu nome para Tris e se esforça para decidir quem são realmente seus amigos - e onde se encaixa em sua nova vida um romance com uma rapaz fascinante, porém perturbador. Mas Tris também tem um segredo, que mantêm escondido de todos...
The following two tabs change content below.

Audrei Bittencourt

Sou uma pessoa diferente, temperamental, com gênio muito forte, divertida e inteligente, gentil e amiga. Tenho paixão por livros desde a primeira série do fundamental e leio pelo menos um por semana. Meus estilos preferidos são romance, terror, mistério e suspense. Autora de "Normalidade" da coleção " A Ceifeira". Técnica Agrícola e Agropecuária, estudante de Ciência e Tecnologia dos Alimentos da UERGS, escritora nos blogs, Resenhas De Livros vinculado ao site Ler Livros Online e De Olho Em São Marcos e autora de “Normalidade” da série A Ceifeira.

Últimas Postagens de Audrei Bittencourt (Ver todas as publicações)

Quer receber nossas atualizações por e-mail?

Nós podemos ajudá-lo a escolher sua próxima leitura.

Categoria: Adolescente, Horror, Literatura Nacional, Romance, Sobrenatural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *