Diário absolutamente verdadeiro de um índio de meio expediente, de Sherman Alexie

| 28 de Maio de 2014 | 0 Comentários

Capa Diario absolutamente verdadeiro de um indio de meio expedienteNas primeiras páginas do livros Arnold Spirit, começa a se apresentar como um índio, que nasceu em uma família pobre, que tem uma perna um pouco mais curta que a outra, ataques epiléticos e 42 dentes.

O garoto vive na reserva de Wellpinit, onde leva uma vida difícil sendo perseguido e xingado por suas deficiências, filho de uma família pobre e desestruturada, ele nunca tem com quem conversar e a pessoa que ele mais aprecia em sua família é sua irmã, que nunca sai do porão. Seu melhor amigo Rody é um menino também é filho de uma família pobre e a única pessoa que defende Arnold dos outros garotos na reserva.

Aos 14 anos ele passa a ser visto como um traidor na reserva onde mora e até por seu amigo Rody, que se torna seu pior inimigo, após ele decidir que quer estudar numa escola de brancos, Reardan.

Demora um pouco para que as pessoas se acostumem com ele na nova escola, mas ele faz amigos, apesar de não contar que é um garoto pobre e que precisa pegar carona várias vezes para ir a escola e ele faz isso porque deseja fazer uma faculdade e mudar o curso de sua vida. O garoto até entra para o time de baskete da escola, mas tem que jogar contra o time da reserva e é hospitalizado após ser atingido na cabeça por Rody e ter convulsões. Mesmo assim ele não desiste, nesse meio tempo sua irma sai do porão, para viver uma aventura e é encontrada no trailer de um cara com quem se casou, incinerada. Logo após sua vó morre atropelada por um índio bêbado e um rico excêntrico aparece no funeral levando um traje que não pertencia nem a cultura nem a tribo de Arnold, todos riem no velório.

Após o velório Arnold encontra Rody que vai a sua casa para conversar e retomar a amizade. As coisas vão bem, mas um dia ele encontra Penelope no banheiro da escola, a garota mais bonita de Reardan está vomitando no banheiro. Ele espera por ela do lado de fora e descobre que ela tem bulimia, ele a consola e os dois começam a namorar, então todos ficam sabendo que Arnold é extremamente pobre, mas nessa altura ele já conquistou o respeito dos amigos e o apoio da namorada, que ninguém entende porque escolheu ele entre tantos. O livro termina com Arnold, mostrando tudo que conquistou em um ano de estudos em Reardan e fazendo planos para o futuro ao se assumir definitivamente, como um índio de meio expediente.

Muito indicado para quem já leu e gostou de “Tosco” e “O Caçador de Pipas”, eu os coloco na mesma categoria porque todos estes três livros me causaram um sentimento de torcer pela felicidade dos autores e sofrer com as tragédias deles semelhante e todos os três tem semelhança uns com os outros, apesar das diferentes origens e países. É um livro emocionante e singelo, que choca pela delicadeza como o autor coloca fatos tristes, como a morte da vó de Arnold e a brutalidade do amigo.

Nota: 5/5

Sherman Joseph Alexie, Jr: recebeu vários prêmios como escritor de novelas, contos, poemas e screenplays. Alexie mora na cidade de Seattle, no estado de Washington. Os conflitos humanos discursados em seus escritos parecem sempre incluir o tema predominante que ocorre em sua expressão literária, algo que tem a ver com a sua vida de ameríndio (sendo que é filho do povo Spokane e da tribo Coer d’Alene).

Outros Livros: The Business of Fancydancing, I Would Steal Horses, Old Shirts and New Skins, First Indian on the Moon, The Lone Ranger and Tonto Fistfight in Heaven, Seven Mourning Songs For the Cedar Flute I Have Yet to Learn to Play, Reservation Blues, Water Flowing Home, Indian Killer, The Summer of Black Widows, The Man Who Loves Salmon, The Toughest Indian in the World, One Stick Song, Ten Little Indians e Matador Índio em português.

VEJA TAMBÉM

A Sombra do vento, de Carlos Ruiz Zafón "Uma obra ambiciosa, capaz de conjugar os mais variados estilos sem perder por um segundo seu poder de fascinação" - Qué Leer
As crianças trocadas , de Elle Casey Jayne é uma adolescente rebelde e desbocada. Não se encaixa em lugar algum. Sem dinheiro e sem rumo, ela e seu colega de escola Tony fogem de casa e encontram outros jovens em situação semelhante. Uma misteriosa organização oferece-lhes dinheiro para participarem de um estranho e suspeito
The following two tabs change content below.

Audrei Bittencourt

Sou uma pessoa diferente, temperamental, com gênio muito forte, divertida e inteligente, gentil e amiga. Tenho paixão por livros desde a primeira série do fundamental e leio pelo menos um por semana. Meus estilos preferidos são romance, terror, mistério e suspense. Autora de "Normalidade" da coleção " A Ceifeira". Técnica Agrícola e Agropecuária, estudante de Ciência e Tecnologia dos Alimentos da UERGS, escritora nos blogs, Resenhas De Livros vinculado ao site Ler Livros Online e De Olho Em São Marcos e autora de “Normalidade” da série A Ceifeira.

Últimas Postagens de Audrei Bittencourt (Ver todas as publicações)

Quer receber nossas atualizações por e-mail?

Nós podemos ajudá-lo a escolher sua próxima leitura.

Categoria: Adolescente, Literatura Juvenil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *