Frases inesquecíveis de Nelson Rodrigues (Flor de Obsessão)

| 10 de novembro de 2016 | 0 Comentários

Olá galera, como vai tudo bem?

Espero que sim.

Bom Nelson Rodrigues, grande autor, muitas de suas obras foram adaptadas para o teatro como por exemplo a peça Doroteia (com Letícia Spiller) que esteve em cartaz aqui no Teatro ISBA em, Salvador. 

Nelson era nada mais, nada menos que um frasista politico, o mesmo faria 104 anos em 2016, o mesmo morreu em 21 de Dezembro de 1980, com apenas 68 anos).

E o impressionante é que apesar dessa característica tão marcante, já virou piada a tempos galera o número de frases atribuídas equivocadamente a Clarice Lispector, Caio Fernando de Abreu ou até mesmo acreditem se quiser a Albert Einstein nas redes sociais.

Se bem que, difícil seria criar uma frase na qual Nelson Rodrigues já não tenha dito de um jeito duas vezes melhor…

O cronista e dramaturgo, que seria um ilustre centenário se estivesse vivo, tinha um comentário curto e grosso sobre qualquer assunto que vocês possam imaginar.

Algumas de suas frases são de um conservadorismo e machismos impensáveis para os dias atuais, o autor se intitulava reacionário e apoiou inclusive a ditadura militar.

Porém , existem outras frase que são tão atuais e verdadeiras hoje tão quanto eram ontem, frases que nos fazem com que fiquemos em uma linha tênue entre o passado, o presente e se questionando: Como ele previu o futuro?

Ele foi um de muito mais muito mais faces do que a sua própria macula atribuída para si, retratou o Brasil com uma unicidade insuperável, o que para a moral e os bons costumes era quase sempre um terror.

Com vocês algumas das frases únicas, acidas, polemicas, inesquecíveis mais verdadeiras do jornalista sobre os mais variados assuntos e temas.

Sobre síndrome de vira-lata:

“O Brasil é muito impopular no Brasil.”

 Sobre os políticos:

“Eu me nego a acreditar que um político, mesmo o mais doce político, tenha senso moral.”

 Sobre o subdesenvolvimento:

“Subdesenvolvimento não se improvisa; é obra de séculos.”

Sobre a dignidade no transporte público às seis da tarde:

“O ônibus apinhado é o túmulo do pudor.”

Sobre censura:

“Não admito censura nem de Jesus Cristo.”

Sobre ser malandro:

“Falta ao virtuoso a feérica, a irisada, a multicolorida variedade do vigarista.”

Sobre o crush:

“A beleza interessa nos primeiros quinze dias; e morre, em seguida, num insuportável tédio visual.”

Sobre sexo:

“Tarado é toda pessoa normal pega em flagrante.”

Sobre muita gente pensar a mesma coisa:

“Toda unanimidade é burra.”

Sobre o silêncio:

A maioria das pessoas imagina que o importante, no diálogo, é a palavra. Engano, e repito: o importante é a pausa. É na pausa que duas pessoas se entendem e entram em comunhão.

Sobre a psicanálise:

“Entre o psicanalista e o doente, o mais perigoso é o psicanalista.”

Sobre a própria voz:

“Não gosto de minha voz. Eu a tenho sob protesto. Há, entre mim e minha voz, uma incompatibilidade irreversível”.

Sobre a valorização do indivíduo:

“Qualquer indivíduo é mais importante que toda a Via Láctea.”

Bom, vocês tiveram o prazer de conhecer apenas 13 frases de outras 1000 disponíveis na coletânea

 Flor de Obsessão:  As 1000 melhores frases de Nelson Rodrigues, organizada por Ruy Castro que também é o autor da biografia do dramaturgo, O Anjo Pornográfico, livro no qual estou ansiosa para ler e você?

Lindaiá Campos

The following two tabs change content below.

Últimas Postagens de Lindaiá Campos (Ver todas as publicações)

Quer receber nossas atualizações por e-mail?

Nós podemos ajudá-lo a escolher sua próxima leitura.

Tags: ,

Categoria: Uncategorized

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *