Lágrimas Agrestes, de Leticia Sardenberg

| 14 de janeiro de 2017 | 0 Comentários

“Com linguagem sedutora, expressões inventivas como “pisando elefantemente”, “meus pés só acordariam para dentro”, “os restos de mim cabiam com folga no buraco do assoalho”, diálogos perfeitos e ritmo tenso, Leticia Sardenberg envolve o leitor desde as primeiras linhas. E o leitor se sente coautor da narrativa, agarrado aos medos, às frustrações e aos sonhos da jovem Damiana, sem querer parar, atordoado de suspense, angústia e compaixão. Negra e mais velha do que a irmã Ritinha, as duas abandonadas num orfanato no sertão da Bahia, Damiana se viu separada da pequena lourinha escolhida por um casal do sul do Brasil, e a partir daí convive com uma saudade extrema e dilacerante. No entanto, Damiana gosta de ler, é sonhadora e determinada. Rapidamente conquista duas grandes amigas no orfanato: Francisca e Luciana. Essa amizade solar faz reviravoltas, cria situações de alegria e coragem. Emoções fortíssimas acontecem no decorrer de toda a história, em meio à violência, à fome, ao descaso, à crueldade, ao preconceito e à miséria, mas, especialmente nos últimos capítulos, momentos de grande tensão poética e humana deixarão o leitor surpreso e encantado, contente, acabrunhado, pensativo, atônito, com certeza mais rico em sentimentos e visão crítica da vida, diante dessa menina transmudada em professora, que lá no início, “agrestemente”, disse: “Eu mesma haveria de dar destino à minha vida.” – (CRÉDITOS) – Stella Maris Rezende, vencedora de 4 Prêmios Jabuti, 3 João-de-Barro, APCA, Barco a Vapor, Bienal Nestlé e dezenas de Altamente Recomendáveis pela FNLIJ

Hey pessoas, tudo bem?

Vocês já sabem que nós, do blog, temos uma parceria com a autora Leticia Sardenberg (se não sabia e quer conhecê-la, clique aqui) e hoje é o dia que postaremos a resenha do primeiro livro que recebemos dela, o “Lágrimas Agrestes”.

O livro conta a história de Damiana, uma criança de sete anos que perdeu a mãe muito cedo e teve que cuidar da pequena irmãzinha, Ritinha, já que o pai era um bêbado e negligente. Até que um dia, o “pai” das garotas as leva para a casa da irmã dele, Sirlene. Lá Damiana era diariamente maltratada e ainda tinha que se desdobrar para cuidar da casa e de Ritinha, já que sua tia também era negligente, bêbada e louca.  Todas essas maldades vão acontecendo na vida das duas garotas até que Sirlene se cansa delas e as leva para o Orfanato Criança Feliz. Naquele lugar triste, Ritinha e Damiana são separadas e após um tempo a mais nova acaba sendo adotada, deixando a irmã mais velha inconsolável. Depois de algum tempo, Damiana teve que mudar de orfanato e foi lá que conheceu o real significado da palavra amizade e por pouco tempo achou que poderia ser feliz. Com o tempo, ela e suas duas novas melhores amigas acabam descobrindo a localização exata de Ritinha e isso faz com que Damiana fique louca para ir atrás da irmã. E ai, será que ela realmente consegue realizar isso? Só lendo para saber…

Os personagens da trama são maravilhosos e o modo como a Damiana se mostrou forte por tudo que ela passou é simplesmente tocante.

Eu gostei muito do modo de narração da autora, pois você consegue se sentir dentro da história, como se realmente fosse próxima da Damiana. Eu sofri tudo com ela, as perdas, os abandonos, os abusos; tudo. E infelizmente essa ainda é uma realidade brasileira.

A parte que eu achei ruim foi o livro ser tão curto. Os acontecimentos são rápidos, mas dá para entender tudo o que está acontecendo, só que eu gostaria demais de conhecer um pouco mais dessa personagem tão nova e protetora. O final mostra que finais felizes podem acontecer, mesmo que não seja do modo que você planejou. Indico para as pessoas que querem conhecer um pouco mais dos novos autores brasileiros, que gostam de livros curtos e de histórias tocantes. Com toda certeza a nota é 5/5.

Comentem o que acharam da resenha e do livro 😀

 

Resenha feita por Luana Lira.

 

Compre o livro em: https://www.amazon.com.br/L%C3%A1grimas-Agrestes-Let%C3%ADcia-Sardenberg-ebook/dp/B01N0OMZRE

VEJA TAMBÉM

The following two tabs change content below.

Luana Lira

Sou a Luana e amo ler. Comecei a ler desde pequenininha e me apaixonei. Também gosto de escrever então pensei: por quê não juntar o útil ao agradável? Sigam-me, se quiserem: Twitter - @luaa_lira Wattpad - @lualira10 Skoob - http://www.skoob.com.br/perfil/lualira

Quer receber nossas atualizações por e-mail?

Nós podemos ajudá-lo a escolher sua próxima leitura.

Tags: ,

Categoria: Leticia Sardenberg, Literatura Nacional

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *