Legend – A Verdade Se Tornará Lenda, de Marie Lu

| 28 de dezembro de 2013 | 0 Comentários

Capa do Livro LegendLegend é mais uma distopia que o argumento não é novo: se passa nos EUA, no futuro, envolve adolescentes lutando contra o sistema opressor, tem a variável de um deles ser a favor e o outro não e blá, blá, blá. Nenhuma novidade, mas, ao mesmo tempo, a forma que a história foi contada é excelente!

Em Legend conhecemos a República um país localizado na Costa Oeste do território dos EUA, onde ocorre uma guerra civil entre República e as Colônias. Nesse cenário aparecem June, uma jovem prodígio militar pupila da República e Day, 15 anos, o criminoso mais procurado do país. A história começa quando June é enviada a procurar Day pelas ruas de uma Los Angeles em ruínas e dominada pela praga, epidemia que corrói as favelas da cidade.

A história é cheia de reviravoltas, uma mais surpreendente que a outra. Personagens que não são o que parece, segredos, revelações. É uma história minimalista, não é aquela que passa páginas inteiras descrevendo lugares ou como fulano fez isso ou aquilo. O olhar de June e Day é afiado, eles são observadores e se apegam nos detalhes que faz a diferença.

June, ela é sensata, esperta, inteligente, meticulosa, rica e linda, porém não é esnobe. E esse simples fato a torna encantadora! Em momentos de fraqueza ela se repreende, quando os fatos são apresentados ela analisa a situação, não se deixa levar por terceiros, não é manipulável. Ela sabe distinguir o certo do errado e escolhe fazer o que é certo. É uma personagem feminina extremamente forte.

Fiquei encantada como a autora, Marie Lu, conseguiu levar a narrativa de forma que cada parte da história fosse narrada pelo personagem certo, visto que cada capítulo tinha narração alternada entre June e Day. A forma que ela deu ao livro, em se tratando de narração, foi excelente, pois fugiu do usual, pois acabamos por saber como cada personagem pensa e sente.

Uma coisa eu achei muuuito esquisita: que país é esse que precisa da ajuda de uma adolescente para prender outro adolescente? Mas isso faz parte das licenças literárias que temos que conceder, principalmente tratando-se de livros bons!

Estou ansiosa pela continuação!

Resenha feita por Camila Dorneles.

VEJA TAMBÉM

Divergente , de Veronica Roth Durante a iniciação altamente competitiva que se segue, Beatrice muda seu nome para Tris e se esforça para decidir quem são realmente seus amigos - e onde se encaixa em sua nova vida um romance com uma rapaz fascinante, porém perturbador. Mas Tris também tem um segredo, que mantêm escondido de todos...
O Doador de Memórias, de Lois Lowry Em uma sociedade altamente organizada e planejada, Jonas, um jovem rapaz, chega finalmente à idade de exercer uma função. E, mesmo sem ter ideia de qual papel exerceria, para sua surpresa, ele é escolhido para algo que até então era desconhecido por ele, ele se torna um Recebedor de memórias da époc...
The following two tabs change content below.

Camila Dorneles

Quer receber nossas atualizações por e-mail?

Nós podemos ajudá-lo a escolher sua próxima leitura.

Categoria: Distopia, Marie Lu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *