Mais leve que o ar, de Felipe Sali

| 28 de setembro de 2017 | 0 Comentários

Autor: Felipe Sali

Editora: Lote42

Páginas: 160

Capítulos: Antes (17) e depois (6)

Sinopse: 

Melissa vive no reino de Amberlin e não é uma garota comum (ela tem a capacidade de conjurar flores). Mais incomum ainda é Pablo, o misterioso garoto que ela conhece e que é completamente obcecado por inventar uma máquina voadora, algo inédito em Amberlin.
Eles se apaixonam, mas o sonho de Pablo pode colocar tudo a perder.

Conheça Mais Leve que o Ar, por Felipe Sali.

O que eu achei do livro:

Final (Antes): Não pude me conter e tive que falar sobre essa parte primeiro. Sendo um livro muito curto pros meus tipos de maratonas eu o li em duas horas e sobre essas duas horas posso descrevê-lo com FAN-TÁS-TI-CO!!! Sali quando escreveu “Depois” tratou de deixar muitas coisas bem claras, não como explicação de algumas cenas, como autores geralmente fazem nos finais ou em epílogos, mas simplesmente testificando coisas que na minha opinião sempre deveriam ser ditas em certos livros, como quando Melissa recebe certa coisa de muita importância pela mãe de certa pessoa no final do livro. Pra mim, embora nas últimas duas linhas do livro nos tenhamos uma revelação impactante acredito que não seja necessário um epílogo contando como as coisas ficaram após aquilo (Pelo menos é o que presumo, pois li pelo Wattpad e o físico, se não estou errada, tem capítulos extras). Sali terminou o livro do jeito certo e sinto que não tenho nada para por, tirar ou criticar daquele final. Só posso agradecer pelo maravilhoso livro que ele criou e continuar admirada com ele por ter conseguido nos passar uma curta história de amor e lição de moral que encantou meu coração, além de ter conseguido se sintonizar ao ponto de conseguir reproduzir fielmente pensamentos do sexo oposto, mantendo firme e com razão cada palavra.

Também a sintonia dos acontecimentos entre Isabel e Melissa em “Depois” foram a melhor parte do livro e sem tirar nem por nada. Essa foi a cereja do bolo desse livro, que fecharam os fatos como um túmulo sendo preenchido (RSRSRS entendedores entenderão). Acho que agora minha boca deve ser enterrada antes das indiretas dessa parte serem lançadas.

Início e meio (Antes): Essa parte também foi legal, só que… mais leve (O. K, eu não me mereço), no “Antes” o livro é bem simples. Mostra o tempo de namoro (Isso não é spoiler se você leu a sinopse) entre Melissa e Pablo (Não posso deixar de dizer que esse é o pior nome da história, desculpa Pablo’s da vida real), foi a parte maior e apresentou os personagens de uma forma bem intensa, mas sem ser desgastante.

Não posso deixar de citar o Pablo. Um personagem sem dúvida atraente na sua forma de ser, nos cativando a terminar o livro, mais por ele do que pela Melissa em si. Pensando mais no bem estar de todos do que no próprio, com sua personalidade focada em melhorar o mundo. Um herói para todos e muitos outros detalhes que só se pode saber lendo

No geral, eu li o livro e me apaixonei. Leve como o papel (E muito curtinho pros meus padrões), Sali fez uma coisa confusissima na minha cabeça escrevendo esse livro que eu chamo de clichê não clichê que ainda é clichê. O livro é simples, direto e super leve. Não tem o que reclamar. O cenário é um pouco limitado na hora dos detalhes, mas a qualidade dos personagens refletindo sua personalidade em suas ações é uma harmonia perfeita.

Só não curti muito o abandono dos personagens secundários. Eles foram muito apagados na história, mas sendo um livro em primeira pessoa podemos dizer que a personagem centraliza tudo muito no agora, sem contar que como afirmou Sali, “O segundo ponto são as coisas que não foram aprofundadas na história, mais especificamente a ESCOLA e a AMIGA da Melissa.  O livro é curtinho, 160 páginas, por isso, fui obrigado a fazer um recorte da vida da Melissa e mostrar apenas o que importava à trama, cortando completamente a escola da menina (onde ela passa boa parte do tempo) e a melhor amiga. Até hoje essa escolha me dói, mas não me arrependo. A escola e a amizade não eram interessantes o suficiente para a nova fase da menina, assim como, por exemplo, as suas irmãs e amigas de mosteiro foram” (Fonte: https://www.skoob.com.br/livro/resenhas/630795/edicao:632023)

Vale mencionar também que eu só li o livro digital no Wattpad, mas quando o dinheiro surgir pretendo ter o meu físico.

Pontuação: 4,8/5

Felipe Sali nasceu em Santos em 1992, mas vive em São Paulo desde 2016. Publicou Mais Leve que o Ar na internet em 2015 e, desde então, a obra foi lida mais de 450 mil vezes no aplicativo Wattpad, uma das mais importantes comunidades digitais de escritores do mundo. Com mais de 1 milhão de leituras em sua bibliografia na plataforma, Sali foi nomeado embaixador do Wattpad no Brasil. A história de Melissa e Pablo foi ampliada e revista, sendo que o texto original continua disponível na internet. Mais Leve que o Ar é o livro de estreia de Sali no meio impresso.
The following two tabs change content below.

Emily Damascena

sou viciada em ler e amo fazer trabalhos sobre o que li. gosto de teatro, musica e livros de ficção, vivi lendo livros desde pequena, pois minha mãe não queria contar as mesmas historias todos os dias, então ela me ensinou a ler e me apaixonei ate os dias de hoje. (caso se goste ou não da resenha comente, de a sua opinião,pois e importante para mim) ps.leia também minhas outras resenhas, tenho certeza que você vai gostar, comente, livro que mudou minha vida: As Vantagens de ser invisível( leia também).

Últimas Postagens de Emily Damascena (Ver todas as publicações)

Quer receber nossas atualizações por e-mail?

Nós podemos ajudá-lo a escolher sua próxima leitura.

Categoria: +Autor, Adolescente, Chick Lit, Comédia Romântica, Distopia, Fantasia, Literatura Nacional, Romance Clichê, Wattpad

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *