Nunca Jamais [Never Never #1], de Colleen Hoover e Tarryn Fisher

| 27 de setembro de 2016 | 5 Comentários

Capa do Livro Nunca, Jamais 1

Existe coisa  melhor do que um romance com um pouquinho de suspense? Acreditem mais uma parte do livro foi escrito por mensagens! Mensagens? Tipo mensagens de texto? Sim, difícil de acreditar né? Isso é para provar que não só é música que pode ser feita pelo whatsapp. Como as duas sendo amigas, não foi lá muito difícil, apesar de ser muito desafiado escrever um capítulo, sem saber o que vai acontecer no próximo. Começou assim: A Tarryn mandou o primeiro capítulo, logo após Colleen entrou na “brincadeira”. E essa “brincadeira” acabou sendo um dos melhores livros que li na minha vida.

Primeiro livro da trilogia, ele possui 112 páginas, destribuidas em 14 capítulos divido entre a narrativa dos protagonistas, Charlie e Silas, publicado no ano de 2015. Imaginem agora que de uma hora para a outra … Puft! Vocês esquecem de tudo, seu nome, idade e tudo referente a sua vida pessoal! O quão complicado isso seria? Foi exatamente isso que aconteceu com Charlie e Silas nesse fantástico livro escrito pelas brilhantes autoras Colleen Hoover e Tarryn Fisher.

Quem são os protagonistas?
CHARLIE: Uma garota de 17 anos, com o pai preso ela sofre com a mãe alcoólatra e uma irmã que não a suporta. Ela também acaba descobrindo que é uma vaca! Ou era? Agora ela não lembra de nada mesmo.
SILAS: 17 anos, filho do dono de um empresa famosa, tem um irmão mais novo e acaba de descobrir que sua namorada o traiu. Quer dizer, será que eles ainda estavam namorando na época? Sei lá, ele está tão confuso agora. E pra piorar ele estava tendo um caso com a orientadora da escola. Jesus!

A história começa com narrativa de Charlie, ela “acorda” na escola sem saber de nada, foi tipo um … Buum! Ela nem sabe o que ela estava fazendo na escola, ou se aquele lugar era mesmo uma escola, no inicio ao ouvir ser chamado o nome Charlie ela chega a pensar que “O TAL CHARLIE” seja um menino. Sem entender o que está realmente acontecendo , ela acaba entrando dentro da sala de aula, onde que para a “sorte” dela (Que garota mais sortuda), olha que engraçado, está havendo uma prova.
” Há um espaço para um nome. É provável que eu tenha que escrever meu nome, mas não sei qual é. ”
Charlie começa a ficar com medo. Com medo não! Ela fica apavorada! Assim que termina a aula, ela é puxada por uma menina, sendo levada pela tal garota para a cafeteria. E nessa mesma cafeteria que ela encontra Silas, que acaba descobrindo que o garoto é o seu namorado, ao observa-lo ela acaba percebendo o mesmo comportamento estranho que ela estava tendo durante o dia. Após isso é que a coisa começa a se complicar , será que ele também perdeu a memória? Foi a primeira coisa em que eu pensei! E não é que eu estava certa? Os dois se juntam e acabam descobrindo algo suspeito na casa de Silas, especificamente no seu quarto, na sua cama. Eles encontram o edredom sujo de sangue, juntamente com uma folha de papel onde está escrito ” Nunca pare. Nunca desista”.

Tenho que admitir que nessa hora me deu uma vontade de desistir de ler o livro, na minha opinião não estava fazendo o menor sentido, como assim eles perderam a memória de uma hora para a outra e juntos! Mas depois de um tempo eu parei e pensei: Glória, isso é o suspense do livro, isso que é graça do livro criatura.
Enfim, logo adiantem eles descobrem que as suas famílias se odeiam e que nenhum dos seus familiares apoiam o sentimento que ambos nutrem um pelo outro.

O que mais me chamou a atenção no livro foi a forma como elas escreveram o livro, pois o mistério do motivo da perda da memória não é só para eles, mas a gente vai lendo o livro e tentando descobrir juntos com os personagens o porque disso ter acontecido, é como se fossemos parte da história, tem horas que a gente quer entrar no livro para ajuda-los , mas depois percebemos que também não sabemos de nada, ficamos presos no livro até conseguir descobrir o verdadeiro motivo para tal situação.

Meu Deus, estou roendo os restinhos de unha que ainda tenho. Queria poder compartilhar mais sobre o livro com vocês , mas … sem spoiles!
De acordo com todo que escrevi, recomendo muito a leitura tenho certeza que vocês não vão se arrepender.
Agora vem a parte que eu não gosto muito de fazer:
O que eu não gostei no livro?
Enfim, eu acho que não tenho nada de mal para falar dessa leitura maravilhosa. Ufa! Dessa eu me livrei.
Não tem como a minha nota não ser 5!
Palmas para essas divas!
Obs: Espero que gostem da minha primeira resenha no blog!

VEJA TAMBÉM

O Confronto, de L.J. Smith Há muito tempo, quando transformou Damon e Stefan em vampiros, a bela Katherine nunca imaginou que separaria os irmãos para sempre. Seu coração pertencia aos dois, mas ambos a queriam para si. A batalha pelo coração da jovem culminou em sua morte e num pacto de vingança entre os irmãos Salvatore. Re...
The following two tabs change content below.

Gloria Honorato

17 anos , Pernanbucana e Cristã! Fascinada por livros desde o 12 anos de idade. Amo muito livros de romance, mas um ficção cientifica não faz mal a ninguém ! Escrever é minha paixão, imagina sobre livros? Estou juntando o útil ao agradável . Fazendo o que eu gosto, sobre o que eu amo!

Últimas Postagens de Gloria Honorato (Ver todas as publicações)

Quer receber nossas atualizações por e-mail?

Nós podemos ajudá-lo a escolher sua próxima leitura.

Categoria: Adolescente, Collen Hoover, Romance, Suspense

Comentários (5)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Diane disse:

    Ameii.. Muitoo Bom mesmo !!

  2. Diane disse:

    Quero receber atualizaçoes 😉

  3. Ester Honorato disse:

    Já tinha vontade de ler esse livros
    Depois dessa resenha …
    A vontade só faz aumentar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *