O Fantasma da Meia-Noite, de Sidney Sheldon.

| 24 de outubro de 2017 | 0 Comentários

Uma família japonesa se muda para os Estados Unidos por causa do trabalho do pai. A principio as crianças se mostram relutantes, mas elas não tem escolha então seguem com a família rumo a um país cheio de novos lugares com pessoas diferentes.
Assim que chegam de avião eles ficam hospedados em um hotel e Keiko ansiosa para agradar o marido começa a procurar apartamentos para serem alugados logo no outro dia. O que não é uma missão fácil quando se esta em Nova York, muitos dos classificados são mentirosos ou caros demais. Um ultimo apartamento da lista parece mais um dos desastres imobiliários, sendo muito abaixo do preço do mercado ela desconfia, mas os filhos a convencem a ir. Quando chega lá Keiko vê que na verdade é um ótimo apartamento e eles decidem se mudar imediatamente, mesmo que desconfiados. Como trazem pouca bagagem isso não é muito difícil. Logo no outro dia da mudança as crianças já começam a frequentar a escola mais próxima.

Takesh Yamada é um tipico pai de família, mesmo tendo vindo de uma cultura diferente. Keiko parece se preocupar em apenas agradar o marido e não percebe que as crianças estão ficando estranhas. Os pais ignoram o comportamento dos filhos pois pensam que é algo da idade. Não é algo da idade, Kenji e Mitsue na verdade estão vendo um fantasma de uma garota que aparece pontualmente a meia-noite. Sem muita ajuda dos pais eles recorrem ao simpático zelador do prédio. Mitsue é quem começa a vê-la e então prova ao irmão que a fantasma é real e os dois saem em uma busca pelo assassino pois só assim terão paz.

Os personagens não são complexos e a rotina das crianças na escola é um tanto agradável. No começo Mitsue e seu irmão estranham os costumes mas tentam se adaptar da melhor forma que podem. Mitsue já no primeiro dia de aula deseja se parecer como uma garota americana, a mãe se opoem a isso. Tanto Kenji como a irmã desejam apenas terem boas historias para contar na volta para os amigos do Japão. A familia dá muitos passeios em Nova York e até esses passeios são um tanto vagos.

O livro contem apenas 142 paginas e é bem rápido, com descrições simples e capítulos pequenos. Os personagens são rasos e a diferença de cultura não é tão abalante assim no livro, embora trate de dois costumes totalmente diferentes. É ótimo para leituras rápidas, mas não dá para se prender a ele pois quando você vê já acabou.

Jessica Allana

The following two tabs change content below.

Allana

Ler livros começou como uma diversão e agora simplesmente não consigo parar. Gosto de livros antigos que retratam uma época diferente da minha, mas leio qualquer coisa que colocarem nas minhas mãos. Minha unica fraqueza é gostar de todos os livros que leio.

Últimas Postagens de Allana (Ver todas as publicações)

Quer receber nossas atualizações por e-mail?

Nós podemos ajudá-lo a escolher sua próxima leitura.

Tags:

Categoria: +Autor, Editora Ática, Sobrenatural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *