O Guarda, de Kiera Cass

| 11 de julho de 2016 | 0 Comentários

 

    **** (3,5/5)

              Este livro fala de um dos meus personagens favoritos: Aspen. Realmente me impressionei com a capacidade dos leitores perdoarem o Maxon e não o Aspen, mas ai é a ponião de vocês, creio que a Kiera também teve esta surpresa ao ouvir os leitores.

O Guarda é a narração de Aspen que começa na festa de Hallowen do palácio, e claro que a história não podia começar sem aquela pontadinha de ciúme por ver America dançando de rindo com o príncipe.

Depois que Aspen se tornou um dos guardas do castelo seu contato com America aumentou, ele ainda a amava da mesma maneira de quando morava em Carolina, ainda sentia seus olhos brilharem só por vê-la passar por ele no corredor.

Mais uma vez o recado de Kiera me impressionou de tal forma que seria impossível não descrever aqui.

Do lado oposto do esforço de Maxon para conquistar America estava o garoto que conquistou o coração dela primeiro. (…)

Sempre tive esperança de que o conto de Aspen fizesse todo mundo enxergar o que eu sempre soube: Aspen nunca deixara de amar America, se martirizava por ter sido tão burro e estava disposto a qualquer coisa para tê-la de volta. Aspen é generoso em vários sentidos, e nossa, é um gato. Minha preocupação era que ele acabasse como um dos poucos sem um final feliz.”

Antes de Aspen

abrir seu coração para outra pessoa…

Ele estava determinado a conquistar seu primeiro amor.”

O livro ainda tem uma escrita apaixonante, só que talvez a autora tenha esquecido de colocar um pequeno detalhe: Quando foi que Aspen e Lucy se apaixonaram? Como foi a pequena história de amor? E se houve uma, como os leitores não conseguiram encontrar nem sequer uma pista?!

Devo confessar que o final de A Escolha e O Guarda me surpreenderam com o tal final feliz de que Kiera falou, talvez eu tenha dormido um pouco no livro mas NUNCA em minha vida eu ia pensar em juntar Lucy e Aspen como um casal.

Na verdade, eu quase conseguia ver Aspen se casando com a princesa Italiana Nicoleta e vindo visitar America todos os natais… mas a historia não corre assim – além do fato de que seria bem mais trabalhoso, embora fofo. – Aspen percebe que o coração de Maxon sempre foi de America, assim como o de America era de Maxon. Percebendo isso ele se sente triste e desolado, até encontrar com a criada de America que com certeza mudou sua vida…

The following two tabs change content below.

Emilly Raiza

Quer receber nossas atualizações por e-mail?

Nós podemos ajudá-lo a escolher sua próxima leitura.

Categoria: Uncategorized

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *