O Restaurante no Fim do Universo, de Douglas Adams

| 25 de fevereiro de 2016 | 0 Comentários

O Restaurante no Fim do Universo“O que você pretende fazer quando chegar ao Restaurante no Fim do Universo? Devorar o suculento bife de um boi que se oferece como jantar ou apenas se embriagar com a poderosa Dinamite Pangaláctica, assistindo de camarote ao momento em que tudo se acaba numa explosão falta?

A continuação das incríveis aventuras de Arthur Dent e seus quatro amigos através da Galáxia começa a bordo da nave Coração de Ouro, rumo ao restaurante mais próximo. Mal sabem eles que farão uma viagem no tempo, cujo desfecho será simplesmente incrível.
O segundo livro da série de Douglas Adams, que começou com o surpreendente O guia do mochileiro das galáxias, mostra os cinco amigos vivendo as mais inesperadas confusões numa história cheia de sátira, ironia e bom humor.

Com seu estilo inteligente e sagaz, Douglas Adams prende o leitor a cada página numa maravilhosa aventura de ficção científica combinada ao mais fino humor britânico, que conquistou fãs no mundo inteiro. Uma verdadeira viagem, em qualquer um dos mais improváveis sentidos.”

 

O Restaurante do Fim do Universo, o segundo livro da trilogia de cinco (entendedores entenderão), é a continuação da cômica aventura de Arthur Dent, Ford Prefect, Zaphod e Trillian, com algumas “missões” acrescentadas ao decorrer da história de modo sutil e, claro, cômico.

O livro começa com os nossos tripulantes querendo dar uma passadinha no Restaurando no Fim do Universo. Arthur queria beber uma xícara de chá, mas sempre que pedia uma a Sintetizadora Nutrimática de Bebidas, ela lhe oferecia uma xícara de plástico quase, mas não exatamente, completamente diferente do chá. Ele explica todo o processo da “criação” de um chá a Nutrimática. Esta chama o computador da nave, ligam seus circuitos e penetram em um silêncio profundo. Pouco depois, eles avistam naves vogons que queriam destruir a nave e como o computador estava ocupado fazendo chá, não conseguem sair do lugar. Com uma pequena e confusa intervenção divina, se é que podemos chamar assim, eles conseguem fugir e acabam a anos-luz dali. No Restaurante no Fim do Universo, onde presenciam o maior espetáculo de todo Universo.

Esse livro, em minha opinião, não perdeu o ritmo cômico do autor Douglas Adams, embora esse livro faça menos sentido que o primeiro, pois como eu disse, há mais “missões” e a história não segue um único rumo. E ainda tem a tripulação que, em certo momento da história, acaba se separando, mudando ainda mais o rumo da narrativa (se é que isso é possível).

Finalizando: esse segundo livro continua sendo relativamente leve, embora a história se desenvolva rápidos demais, deixando-nos levemente confusos. Continua com a mesma pegada nonsense que tinha no primeiro livro (e com um pouquinho mais), o mesmo ritmo irônico, os personagens mais loucos de todos os tempos e a pergunta que não quer calar: qual é a pergunta para a vida, o Universo e tudo o mais?

Nota: 4/5

______________________________________________________________________________________

Livros da série O Guia do Mochileiro das Galáxias

  1. O Guia do Mochileiro das Galáxias
  2. O Restaurante no Fim do Universo
  3. A Vida, o Universo e Tudo Mais
  4. Até Mais, e Obrigado Pelos Peixes
  5. Praticamente Inofensiva
  6. E Tem Outra Coisa
  7. O Salmão da Dúvida – livro extra

VEJA TAMBÉM

The following two tabs change content below.

Gabrielle

Gabi Gomes - amante de livros, da boa música e do bom café. Tímida, introvertida, introspectiva e derivados. Não, não sou antissocial, embora eu diga (só pra pararem de perguntar).

Últimas Postagens de Gabrielle (Ver todas as publicações)

Quer receber nossas atualizações por e-mail?

Nós podemos ajudá-lo a escolher sua próxima leitura.

Categoria: Comédia, Ficção Científica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *