Últimas Resenhas de Livros Publicadas

Dezesseis Luas [Beautiful Creatures #1], de Margaret Stohl e Kami Garcia

| 3 de Fevereiro de 2014 | 0 Comentários
Dezesseis Luas [Beautiful Creatures #1], de Margaret Stohl e Kami Garcia

Ethan é um garoto normal de uma pequena cidade do sul dos Estados Unidos e totalmente atormentado por sonhos, ou melhor, pesadelos com uma garota que ele nunca conheceu. Até que ela aparece… Lena Duchannes é uma adolescente que luta para esconder seus poderes e uma maldição que assombra sua família há gerações. Mais que um romance entre eles, há um segredo decisivo que pode vir à tona. Eleito pelo Amazon um dos melhores livros de ficção de 2009. Direitos de tradução vendidos para 24 países. Um filme da série está sendo produzido. “Pacote completo: um cenário assustador, uma maldição fatal, reencarnação, feitiços, bruxaria, vudu e personagens que simplesmente prenderão o leitor até o fim…”

Continue Lendo

A Ilha dos Dissidentes [Trilogia Anômalos #1] , de Bárbara Morais

| 2 de Fevereiro de 2014 | 0 Comentários
A Ilha dos Dissidentes [Trilogia Anômalos #1] , de Bárbara Morais

A Ilha dos Dissidentes conta a história de Sybil Varuna, uma garota que mora numa zona de guerra entre a União e o Império do Sol. Durante um naufrágio ela descobre que é uma anômala, ou seja, uma mutante. O governo manda Sybil para uma grande cidade que abriga pessoas como ela, onde ganha uma casa, uma família adotiva, escola e amigos. Sybil acaba por ganhar um lar, porém quando é selecionada para uma missão, ela descobre que a vida para os anômalos é mais difícil do que ela sabia.

Continue Lendo

Quincas Borba, de Machado de Assis

| 1 de Fevereiro de 2014 | 0 Comentários
Quincas Borba, de Machado de Assis

O livro retrata a imagem de um homem ingênuo, que recebe uma grande herança de seu mestre Quincas Borba. Nessa obra, Machado usa bem a linguagem, mexendo com a estrutura da narrativa, que acontece em 3ª pessoa, lembrando um pouco a forma onde foi escrita Dom Casmurro, onde mostra pouco a pouco a loucura que Rubião sofre com tamanha fortuna, relatando fatos do capitalismo que há em cada um de nós ( Globo, 338 páginas, 30 reais).

Continue Lendo

Os Lusíadas, de Luís de Camões

| 1 de Fevereiro de 2014 | 0 Comentários
Os Lusíadas, de Luís de Camões

Esse livro retrata a aventura portuguesa desbravando os mares. O livro de grande extensão tem em seu total 10 longos cantos, onde ele conta sobre vários lugares em que estiveram. Na África, por exemplo, e na Ásia ( Martin Claret, 288 páginas, 15 reais).

Continue Lendo

Espero Alguém, de Fabrício Carpinejar

| 31 de Janeiro de 2014 | 0 Comentários
Espero Alguém, de Fabrício Carpinejar

Esse ano tenho um projeto: ler mais autores brasileiros. Nunca tinha lido nada do Fabrício Carpinejar, não conhecia seu trabalho e quando vi Espero Alguém na livraria quis comprar de cara. O que fiz um tempo depois.

Continue Lendo

A Divina Comédia, de Dante Alighieri

| 30 de Janeiro de 2014 | 0 Comentários
A Divina Comédia, de Dante Alighieri

O livro que totaliza 100 cantos é uma obra de linguagem curiosa e aspectos líricos, onde Dante se coloca no papel principal. A obra completa é feita por três livros, que chamam a atenção pelos seus títulos INFERNO, PURGÁTORIO E PARAÍSO.

Continue Lendo

Sem Medo do Passado, de Veronica Wolff

| 30 de Janeiro de 2014 | 0 Comentários
Sem Medo do Passado, de Veronica Wolff

Sem Medo Do Passado é uma história empolgante. Haley Fitspatrik, está fazendo um trabalho de conclusão de curso, sobre armas, artefatos, pelos quais ela é obcecada. Acontece que em uma noite em que ela fica até mais tarde na universidade para dar uma espiada em uma faca, que ela desconfia na verdade ser um artefato histórico muito importante ela é transportada para o passado e vive uma história intensa com ninguém mais, ninguém menos que o grande herói Alasdair McColla.

Continue Lendo

Revelações [Assassin’s Creed #4], de Oliver Bowden

| 29 de Janeiro de 2014 | 1 Comentário
Revelações [Assassin’s Creed #4], de Oliver Bowden

Assassin´s Creed Revelações é o quarto livro da série, e agora, leva Ezio até Constantinopla. Após reagrupar os assassinos em Roma, Ezio agora se vê na obrigação de achar a biblioteca de Altair, cujo está na antiga fortaleza de Masyaf.

Continue Lendo