Para poder viver, de Yeonmi Park

| 5 de junho de 2016 | 0 Comentários

PARA_PODER_VIVER_Para poder viver é o livro memória de Yeonmi Park, uma norte-coreana que escapou de uma das maiores ditaduras sanguinária do planeta.Ela narra sua infância e conta em detalhes como é viver na pátria mais sombria de todas, e em seguida, todos os seus esforço para aos 13 anos, por meio do submundo chinês de traficantes e contrabandistas escapar da fome e repressão. Fala de todas as provações e difíceis decisões para sobreviver cladestinamente na China e finalmente da bem sucedida fuga para a Coréia do Sul,onde ela pôde finalmente descobrir o que significa ser livre. Aos 24 anos Yeonmi se tornou uma ativista pelos direitos humanos e acumulou experiência suficiente para encantar todas as gerações de leitores neste livro memorável.

O livro começa narrando os bons tempos na Coréia do Norte e como se tornou tão difícil viver por lá. Nos deparamos com uma Yeonmi totalmente inocente, que acredita que seu grande líder tem super poderes, pondendo até mesmo ler mentes e controlar o clima, não é apenas as crianças que tem essas crenças na Coréia do Norte , o livro narra que a falta de contato com o mundo de fora, faz com eles acreditem em absoluto, em tudo que é falado pelo sistema de informação norte-coreano. No entanto, a família de Yeonmi passa por tantas dificuldades que ela percebe que não é possível um futuro alí. Com a fuga da irmã mais velha para a China, Yeonmi decide fugir também, mas porque ela não tem condições de fazer isso sozinha ela leva a mãe consigo, deixando o pai para trás. Quando finalmente chega na China, ela acaba descobrindo conceitos que nunca nem mesmo tinha sabido que existiam, coisas como liberdade, e escolha. Porém as coisas não são favoráveis e ela acaba sendo separada da mãe, além de não encontrar a irmã. Sozinha em um país estrangeiro e vivendo clandestinamente, Yeonmi arranja forças de dentro de sí mesma para levantar todas as manhãs e tentar sobreviver.

Esse livro é de uma leitura muito difícil, porque o tempo todo o leitor se depara com situações tão contrárias ao nosso cotidiano que é difícil até mesmo acreditar que elas existam. Acreditar que milhões de pessoas obedecem e cultuam um homem como um Deus, que isso faz com que eles se sintam honrados, que milhões de pessoas não conhecem o conceito de religião, de liberdade, que não sabem o que é um shopping nem mesmo um supermercado é bastante triste. É uma leitura que nos agrega conhecimento, impacta, revolta e comove.

No filme do livro tem algumas fotografias em preto e branco que fazem parte do álbum de família de Yeonmi e que nos permitem visualizar algumas das pessoas que aparecem durante a narrativa.

The following two tabs change content below.

Emanuela de Oliveira

Refugiada para sempre no mundo dos livros. Porque uma vida só não basta! Ler sempre foi um exercício encantador para mim, ainda lembro da primeira vez que consegui juntar as letrinhas e formar as palavras,e em seguida frases, fiquei tão contente que nunca mais parei. Amo a sensação de entrar na pele dos personagens e “viver” situações tão diferentes do meu cotidiano, gosto dessa coisa de aprender sem ter que passar pela situação realmente. Divido meu tempo livre entre leitura, animes, filmes e doramas. Se a história da minha vida fosse um livro, gostaria que fosse escrito pela Marian Keyes.

Últimas Postagens de Emanuela de Oliveira (Ver todas as publicações)

Quer receber nossas atualizações por e-mail?

Nós podemos ajudá-lo a escolher sua próxima leitura.

Categoria: +Autor, Biografia, Yeonmi Park

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *