Rah, O Mensageiro do Sétimo Raio; de Luci Guimarães Watanabe

| 2 de junho de 2014 | 0 Comentários

Capa Rah O Mensageiro do Setimo RaioEm um dia comum, na casa de Sergio e Janete, um grupo de amigos decidem ir para uma fazenda em Goiás. Todos foram muitos felizes e decidiram ir dormir na casa de um deles. Mas, por mais estranho, quando eles chegam perto da fazenda, Schill conta seu sonho para todos dentro do carro para que todos ouçam.  Schill narra seu sonho, o sitio está muito escuro e estranho, com uma cara não muito boa, mais nada de ruim acontece.

No dia seguinte tudo ocorre normalmente, os amigos se divertem e curtem o sitio. Enquanto eles conversa, um dos amigos lembram de Rah e decide contar mais sobre ele á todos. Rah é um tipo de E.T. um viajante do futuro que passeia entre os mundos, ele já havia passeado na fazenda a muito tempo atrás e tinha ser tornado amigo das crianças. eles adoravam ele, mesmo o E.T sendo diferente de todos, ele sempre deixava as crianças confortáveis. Elas sempre gostavam quando ele vinha visitá-las.

No dia seguinte Rah volta a fazenda e as crianças ficam muito felizes e acabam hospedando o E.T para que ele possa ficar mais tempo. D. Maricota que é a empregada da casa acha aquele menino muito estranho, não só na aparência mais também na forma de se portar, o garoto era muito diferente das outras crianças, mas para não levantar muitas suspeitas as crianças dizem que Rah é chinês, e ficam sempre o chamando de chinesinho.

Rah não veio só para passear mais sim para alertar as crianças sobre o futuro sombrio que pode fim ocorrer se elas não cuidarem do mundo.

Minha Opinião sobre o Livro:

Matando a saudade de livros infanto- juvenil essa semana li Rah, o mensageiro do sétimo raio. Lembro que quando tinha lido ele primeira vez achei um máximo, porém tinha me decepcionado com o final, que achei bem chato. Eu li esse livro quando tava lá na sétima série.

Ele é um livro curto e rápido, recomendo ele para as crianças de 7 aos 12 anos, mas do que isso não vai agradar. Mas todos podem ler, principalmente quem quer matar a saudade da sua infância e se divertir um pouco. Rah é legal, o inicio e o meio são excelentes e conseguiram me ganhar porém o fim é deprimente e achei desnecessário, a autora poderia ter levado a historia para um outro lado e trazer uma descoberta da galáxia ou algo do tipo, porém ela só que falar de como a terra vai ser no futuro se não cuidarmos dela agora.

É interessante implantar a consciência ambiental nas crianças, porém a história não estava se encaminhando para esse rumo. Eu sou fã de ficção cientifica e teria amada se a autora tivesse explorado mais esse lado, mas apesar de tudo o livro é legal e da pra matar a saudade da infância, além do que o livro ocorre no mesmo estado que eu moro que e o Goiás!!!

VEJA TAMBÉM

O Casamento, de Nicholas Sparks Uma bela história de amor sobre um homem que tenta reconquistar sua mulher. Wilson e Jane (filha de Noah e Allie do livro O diário de uma paixão) são casados há quase 30 anos e após todo esse tempo se dedicando mais ao trabalho do que a família Wilson esquece o aniversário de 29 anos de casamento de...
Estranha Memória, de Roberto Fonseca "Estranha Memória" me surpreendeu positivamente. É um livro que prende a atenção e que definitivamente deveria ser mais valorizado pelos gaúchos, bem como o autor Roberto Fonseca. E é um exemplo de como nós brasileiros devemos ser menos propagandistas com os trabalhos estrangeiros. Este livro tem um...
The following two tabs change content below.

Madlla Pereira

Desde criança eu era apaixonada por livros, sempre gostei de história e de viver conectada a mundos diferentes do meu. Hoje essa paixão de infância se tornou um vicio serio rsrsrs talvez um dia eu vá precisar de de tratamento mais vou passar meus conhecimentos a vocês. Também sou muito fã de series e filmes, principalmente ficção científica.

Últimas Postagens de Madlla Pereira (Ver todas as publicações)

Quer receber nossas atualizações por e-mail?

Nós podemos ajudá-lo a escolher sua próxima leitura.

Categoria: Ficção, Literatura Infantil, Literatura Juvenil, Luci Guimarães

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *