Guerra Civil, de Stuart Moore

| 30 de outubro de 2016 | 0 Comentários

Autor: Stuart Moore

Editora: Editora Novo Século com parceria da Marvel

Capítulos: Prólogo (Guerreiros), 32 capítulos (Divididos em cinco partes respectivamente: O último brilho, Começando a acreditar, Moedas de prata, Os decisores e Claridade) e 4 epílogos (Invisível, Aranha, América e Ferro

Páginas: 395

Sinopse: A épica história que provoca a separação do Universo Marvel. Homem de Ferro e Capitão América: dois membros essenciais para os Vingadores, a maior equipe de super-heróis do mundo. Quando uma trágica batalha deixa um buraco na cidade de Stamford, matando centenas de pessoas, o governo americano exige que todos os super-heróis revelem sua identidade e registrem seus poderes. Para Tony Stark – o Homem de Ferro – é um passo lamentável, porém necessário, o que o leva a apoiar a lei. Para o Capitão América, é uma intolerável agressão à liberdade cívica. Assim começa a ‘Guerra Civil’.

O que eu achei do livro:

Notavelmente é um livro para quem gosta de ação, com cada cena de batalha bem detalhada, com cada soco gota de sangue e olhos roxos em destaque, cada detalhe bem explicado, sendo muito emocionante e intenso, mas o tema é bem até chato pelo o que eles brigam, não só eu que acho isso um pouco infantil e ao mesmo tempo sério como os próprios personagens pensam.

          -E onde está seu amigo agora? – Namor nadou pelo quarto, fazendo um gesto teatral. – Planejando insignificantes guerras de poder, sem dúvidas. [..]

Príncipe Namor para Susan Richards, Guerra Civil, página 305

É bem difícil escolher um dos lados da Guerra, pois ao mesmo tempo em que estão errados (Com o Capitão com suas lutas que acabam resultando em desastres e o Tony em colocar uma equipe de super vilões para deter os heróis rebeldes) continuam certos (O Capítão em manter as identidades das pessoas em segredo e Tony em controlar os poderes dos Super heróis) em seus argumentos, mas como o Capitão America diz “Podemos ganha, tudo, menos a discussão.” Mostra que a guerra foi muito desnecessária. Odiei um pouco a adaptação dos personagens dos HQs para o livro, o Capitão América nem parecia o mesmo homem compreensivo e de bom coração que vemos nos filmes e sim um cara frio, duro, autoritário e super militarizado que faz de tudo para obter o que quer, o que me decepcionou bastante.

O que realmente deixou o livro muito interessante foi o fato de haver um espião entre a Resistência (Equipe do Capitão América), onde, diferente da maioria dos livros que você encontra onde você consegue descobrir o espião facilmente, eu só consegui descobrir na hora que eles falaram, sendo realmente surpreendente e ao mesmo tempo lógico.

Os melhores capítulos são os narrados pela Mulher Invisível e pelo Homem Aranha, onde também podemos contar com a participação de muitos heróis como Luke Cage, Miss Marvel e Jaqueta Amarela, O Quarteto Fantástico e uma pequena parte dos X – Men, apesar de ser um pouco confuso por eu não conhecer muitos heróis, foi realmente sensacional!

Pontuação: 4/ 5

A escrita de Stuart Moore inclui Guerra Civil , o primeiro de uma linha de romances em prosa de Marvel Comics, e duas histórias para o programa Mundos o Kindle, da Amazon: XO Manowar: Nada e Cruzes e Shadowman: Luz do sol e sombra . Outros romances em prosa incluem americano Meat , Reality Bites , e John Carter: a novelização do filme . Seus quadrinhos e romance obra gráfica inclui a série de ficção científica originais earthlight , Sadraque de pedra , e PARA ; Web of Spider-Man , Namor: O primeiro mutante , e Wolverine Noir (Marvel); Firestorm e Detective Comics (DC Comics); a equipe de super-herói multicultural A 99 ; a adaptação de quadrinhos do romance best-seller Redwall; assorted Star Trek, transformadores e projetos Stargate; e dois volumes do premiado The Nightmare Factory .

 

The following two tabs change content below.

Emily Damascena

sou viciada em ler e amo fazer trabalhos sobre o que li. gosto de teatro, musica e livros de ficção, vivi lendo livros desde pequena, pois minha mãe não queria contar as mesmas historias todos os dias, então ela me ensinou a ler e me apaixonei ate os dias de hoje. (caso se goste ou não da resenha comente, de a sua opinião,pois e importante para mim) ps.leia também minhas outras resenhas, tenho certeza que você vai gostar, comente, livro que mudou minha vida: As Vantagens de ser invisível( leia também).

Quer receber nossas atualizações por e-mail?

Nós podemos ajudá-lo a escolher sua próxima leitura.

Categoria: +Autor, Distopia, Ficção Científica, Romance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *