Poesia Fora da Estante – Volume 2, de (Vários autores)

| 21 de junho de 2016 | 2 Comentários

downloadOi gente, o livro poesia fora da estante não fala somente de um autor, mas sim poemas de vários autores como os poemas de Maria Dinorah e José Paulo Paes, mas todos foram unidos pela coordenadora Vera Aguiar, juntamente com Sissa Aguiar e Simone Assumpção sendo ilustrado por Laura castilhos e sendo da Editora Projeto. Os poemas são interessantes pelo fato de tratarem de vários temas diferentes como mães, bichos e poemas visuais (podendo serem chamados de poemas concretos), alem de serem voltados para o publico adolescente e todos os poemas sendo brasileiros. O livro foi feito com o intuito de fazer as pessoas gostarem de poemas e fazerem parte de suas vidas, e não ficar jogado em um canto de uma estante, como fazemos com todos aqueles livros que não gostamos.

Um dos poemas que eu acho mais interessante e o da “A arteira e a arte” onde me identifico com o eu lirico, que no caso e uma menina pequena que gosta de pegar as coisas da mãe para usar como sapatos, brincos e batons, alem de depois disso, ainda desfilar pela sala como modelo (Uma coisa que eu fazia muito quando era pequena). Gosto de falar do poema “Família desencontrada”, onde representa cada estação do ano como uma pessoa da família assim sendo o Verão um tio gordo que gosta de tomar cerveja, o que me lembra o livro “O ladrão de raios”, onde Percy faz essa mesma descrição ao deu Dionísio (Deus do vinho), onde eu também achei que o Verão era um homem atlético e com cara de surfista, mas mesmo assim foi muito divertido pensar no outono como um tio velho e rabugento.

Agora falando de dois poemas com o titulo “Relógio” sendo o primeiro de Oswald de Andrade falando que as coisas vem e vão, porem não são em vão, o que me lembra que temos que aproveita o tempo com nossos amigos e familiares. Também me recordo do  poema “Convite” de Jose Paulo Paes  que fala que palavras e brinquedos são semelhantes, pois da para brincar com as palavras e os brinquedos, porem os brinquedos se desgastam com o uso, mas as palavras com o uso se renovam a cada dia, alem de no fim do poema nos chamar para brincar de poesia, o que e um incentivo para as pessoas criarem poemas, o que pode ser divertido como brinquedos.

Eu gostei do livro pelo fato de ser leve e simples, como para dias de leitura rápida, onde podemos usar seus poemas para dias como “Dia das Mães”, “Dia das Crianças” ou feiras literárias.

Pontuação 3,9\5

The following two tabs change content below.

Emily Damascena

sou viciada em ler e amo fazer trabalhos sobre o que li. gosto de teatro, musica e livros de ficção, vivi lendo livros desde pequena, pois minha mãe não queria contar as mesmas historias todos os dias, então ela me ensinou a ler e me apaixonei ate os dias de hoje. (caso se goste ou não da resenha comente, de a sua opinião,pois e importante para mim) ps.leia também minhas outras resenhas, tenho certeza que você vai gostar, comente, livro que mudou minha vida: As Vantagens de ser invisível( leia também).

Quer receber nossas atualizações por e-mail?

Nós podemos ajudá-lo a escolher sua próxima leitura.

Categoria: +Autor, Adolescente, Contos, Literatura Juvenil, Poesia

Comentários (2)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. como que baixa o livro em pdf pra ler no pc?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *