A Marca de Atena [Os heróis do Olimpo #3], de Rick Riordan

| 3 de janeiro de 2017 | 0 Comentários

Annabeth está apavorada. Justo quando ela está prestes a reencontrar Percy, o Acampamento Júpiter parece estar se preparando para o combate. A bordo do Argo II com os amigos Jason, Piper e Leo, ela não pode culpar os semideuses romanos por pensarem que o navio é uma arma de guerra grega: afinal, com um dragão de bronze fumegante como figura de proa, a fantástica criação de Leo não parece mesmo nada amigável. Annabeth só pode torcer para que os romanos vejam seu pretor Jason na embarcação, e compreendam que os visitantes do Acampamento Meio-Sangue estão ali em missão de paz. Os problemas de Annabeth não param por aí, ela carrega no bolso um presente da mãe, que veio acompanhado de uma ordem intimidadora: Siga a Marca de Atena. Vingue-me. A guerreira já carrega nas costas o peso da profecia que mandará sete semideuses em busca das Portas da Morte. O que mais Atena poderia querer dela?

O Filho de Netuno terminou com Argos II chegando à Nova Roma, em Marca de Atena a historia continua desse ponto, o encontro de gregos e romanos. Depois de uma apresentação, todos se reúnem e contam suas aventuras, principalmente Percy e Jason que falam da amnésia provocada por Hera/Juno (tanto faz). Tudo ia bem, ou tão bem quanto possível, quando Leo bombardeia Nova Roma e todos são forçados a fugirem rapidamente e iniciarem sua missão rumo ao berço dos deuses, Grécia.
Assim como os deuses são mais fortes lá, os monstros também são, por isso a viagem por si só já é um perigo para sete semideuses poderosos reunidos num só lugar. Entretanto outras coisas os preocupam além dos perigos que essa viagem implica, Annabeth foi encarregada de uma missão por sua mãe e Ella, nossa fofa harpia, recitou uma profecia para ela sobre isso.

Como a profecia diz, Annabeth deve seguir a Marca de Atena para encontrar a única coisa que pode acabar com a rixa entre os gregos e romanos desde os tempos antigos, mas para isso acontecer ela deve ir sozinha e terá que enfrentar o maior medo de todos os filhos de Atena.

Nico também está presente na profecia, pois como sabemos ele foi feito de prisioneiro ao ser pego quando saiu em sua busca pela localização das Portas da Morte. Além dele ser um amigo e irmão de Hazel, Nico é necessário para toda a missão, pois ele descobriu onde as Portas estão.
Os narradores desse livro são Annabeth, Leo, Piper e Percy, e tenho que dizer que estava ansiosa por esses dois garotos que eu amo juntos. Os dois são sarcásticos, mas enquanto Leo tem um humor mais depreciativo e animador, sempre tentando deixar o clima mais leve, Percy é insolente e lerdo. Embora para surpresa de todos, principalmente da Annabeth, Percy está menos lerdo. Como isso é possível? A temporada sem memória lhe fez bem.

O maior problema que os semideuses tiveram que enfrentar, no entanto, não foram os monstros, mas eles mesmos, seus medos e defeitos. E Gaia não perdeu a oportunidade para evidenciar isso. No final, os sete amadureceram e perceberam que não estavam sozinhos, que eles eram uma equipe, mas também eram amigos e não há problema em dividir o peso dos problemas com os amigos.

Meus Deuses, que final foi esse? Tio Rick é o tio mais sádico e maravilhoso que existe, parece que ele gosta de ver os leitores sofrerem, nós também gostamos aparentemente de está nessa situação. Foi o final mais maravilhoso que existe e intrigante, pois como eles sobreviverão a isso? Só lendo A Casa de Hades para descobrir.a marca de atena

The following two tabs change content below.

Quer receber nossas atualizações por e-mail?

Nós podemos ajudá-lo a escolher sua próxima leitura.

Categoria: +Autor, Ficção Adolescente, Rick Riordan

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *