Um amigo no escuro, de Marcia Kupstas

| 29 de outubro de 2016 | 8 Comentários

“Luciana tem treze anos e está entediada. Um blecaute deixou toda a cidade em que mora sem luz durante muitas horas. Chateada com os pais, que vivem irritados e brigando, ela se tranca no quarto e decide tentar a sorte num jogo de roleta-russa ao telefone. Ao discar números aleatoriamente, Miguel atende à sua ligação. E uma amizade improvável, entre pessoas muito diferentes, nasce a partir de uma conversa despretensiosa. Miguel tem vinte e oito anos, quase o dobro da idade de Luciana, e mais vivência do que a garota que está entrando na adolescência. A troca de confidências entre pessoas desconhecidas acaba revelando as inseguranças e os desejos dos personagens que estão enfrentando momentos de afirmação e transformação. E algumas revelações importantes vão surpreender quem está do outro lado da linha.”

Esse livro maravilhoso foi mandado para nós pela Editora Ática e conta a história de Luciana e Miguel. Ela era uma garota que acabou de entrar na adolescência e durante um blecaute total em São Paulo decide fazer uma roleta-russa e ligar para alguém com seu telefone fixo para conversar com essa pessoa. Ele, um cara de vinte e oito anos que estava sem nada para fazer durante aquela noite e acaba sendo a pessoa que recebe a ligação de Luciana. Os dois têm segredos e alguns traumas do passado, mas durante essa noite escura um pode ser o confidente do outro.

Os personagens desse livro são muito interessantes e o modo como eles acabam encontrando um amigo(a) no(a) outro(a) por causa de uma ligação telefônica é muito intrigante. Cada um tem sua própria bagagem e vivência, mas durante aquelas horinhas é como se rostos, idades e maturidades não existissem; eram apenas Luciana e Miguel, os dois amigos improváveis.

A capa desse livro é simplesmente incrível e eu a amei, além de que as ilustrações que existem durante a história são fofas demais. O ponto forte do livro é que a Luciana realmente fez a roleta-russa apenas para passar o tempo e no final acabou encontrando muito mais. O livro é bem curto, mas eu garanto que a história não é nada previsível. Quando eu li a sinopse pela primeira vez achei que era um livro meio estranho, pois uma menina ligou para uma pessoa e quem atendeu foi um cara que tem o dobro da idade dela, mas não tem nada disso galera. A autora conseguiu mostrar muito bem qual era a prioridade dela nessa história e criou um conto fantástico. O final é surpreendente e eu fiquei me perguntando como é que eu não tinha percebido essa parte desde o começo.

Esse livro fez-me refletir sobre o quer realmente é a amizade e eu reparei que nós podemos encontrar amigos nas situações mais improváveis. A diagramação da história é totalmente feita nos diálogos da ligação telefônica da Luciana para o Miguel e a narração é de narrador em 3ª pessoa. Mesmo o livro sendo pequeno, eu o amei e resumindo em pequenas palavras ele é sutilmente tocante. Recomendo para todas as pessoas que gostam de um misteriozinho e de personagens marcantes. Nota: 5/5.

Comentem o que acharam do livro e da resenha. Kisses sweethearts.

P.S.: Talvez sairá uma entrevista com a autora Marcia Kupstas aqui no blog  🙂 🙂

http://www.aticascipione.com.br/produto/um-amigo-no-escuro-1890

The following two tabs change content below.

Luana Lira

Sou a Luana e amo ler. Comecei a ler desde pequenininha e me apaixonei. Também gosto de escrever então pensei: por quê não juntar o útil ao agradável? Sigam-me, se quiserem: Twitter - @luaa_lira Wattpad - @lualira10 Skoob - http://www.skoob.com.br/perfil/lualira

Quer receber nossas atualizações por e-mail?

Nós podemos ajudá-lo a escolher sua próxima leitura.

Tags:

Categoria: Editora Ática, Literatura Juvenil, Literatura Nacional, Marcia Kupstas

Comentários (8)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Rayanni Araujo disse:

    Olá, tudo bem?
    Adorei a sua resenha, tenho um certo fraco por livros desse gênero, dica anotada!
    A capa é muito amor, e me lembra muito os livros que li na minha infância.
    Um beijo.

  2. Oi, Luana!
    Confesso que livros com ilustrações costumam ficar marcados na minha memória, então me agrada.
    Não conhecia o livro, mas tendo um viés psicológico, já entrou na minha wishlist. O CVV, Centro de Valorização da Vida, realmente trabalha com a premissa de que um telefonema pode mudar o rumo de uma pessoa .
    Beijos!
    Gatita&Cia.

    • Luana Lira disse:

      Olá Tatiana! Se você gosta de ilustrações, tenho certeza que vai gostar do livro. Acho que a ligação telefônica foi, realmente, o que trouxe um pouco de alegria para a vida do Miguel e isso é bem retratado no livro e no nosso mundo.
      Agradeço pelo comentário!
      Att.

  3. Adorei a resenha! Ainda não tinha ouvido falar do livro, mas fiquei super curiosa pra ler!
    Adoro história com esses encontros ao acaso!

    • Luana Lira disse:

      Olá Thaís! Agradeço por ter comentado.
      Um ponto bem interessante do livro foi o encontro bem aleatório deles, então tenho certeza que você vai adorar!
      Att.

  4. Bea Pires disse:

    Embora o livro não seja o meu género de leitura, fiquei meia que curiosa em grande parte graças à sua ótima resenha!
    Mas como falou ali em mistério e assim, acho que até vou procurar por ele 😉
    Beijos e parabéns pelo blog!

    Pseudo Psicologia Barata

    • Luana Lira disse:

      Olá Bea! Fico feliz que tenha gostado da resenha e tenho certeza que você vai amar o livro, mesmo ele sendo mais voltado para o público infanto-juvenil.
      Att.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *