Will & Will, de John Green e David Levithan

| 23 de fevereiro de 2014 | 0 Comentários

Capa do Livro Will & WillE se você conhecesse uma pessoa com o mesmo nome que você? Will Grayson é um garoto calado e que tem um ponto de vista negativo sobre a maioria das coisas, seu melhor amigo Tiny Cooper é totalmente o oposto, Tiny é homossexual e vive sempre com diferentes namorados, além de ser positivo e extrovertido.  O outro Will Grayson vive sempre depressivo e toma remédios, ele não consegue se sentir feliz com os amigos que tem na escola ou com sua mãe, a única pessoa no mundo que parece o entender é Isaac, um rapaz que Will conheceu pela internet e está apaixonado. No dia que Will finalmente decide conhecer Isaac, acaba encontrando o outro Will Grayson e suas vidas começam a mudar a partir de então.

Um livro escrito por dois autores diferentes,  uma ideia muito interessante a de unir em uma só história duas cabeças diferentes, com diferentes formas de pensar e construir seus personagens, ainda sim os Will Grayson conseguem ter tantas características em comum e é bem difícil certas vezes distinguir um do outro mesmo que eles apareçam narrando capítulos intercalados, então confesso que as vezes me perdi em qual Will Grayson eu estava acompanhando.

Se me pedissem para dar um adjetivo a essa obra, com certeza eu diria DIFERENTE. Não sei se é a melhor palavra para definir, mas é a primeira que me vem à cabeça. O livro aborda a homossexualidade, mas sem transmitir ideias como ser homossexual é normal, ou ser homossexual é muito difícil e não é normal e as pessoas vão ter preconceito. Apesar de apresentar o dia a dia de personagens homossexuais, acredito que o foco do livro seja apenas englobar todos esses personagens diferentes: Gays, hetero, depressivos, felizes, confusos e etc. Mostrando que não existe essa ideia de normal ou não, tudo isso é relativo, simplesmente existem pessoas, que tem relações umas com as outras e deixam marcas em nossas vidas. E essa história é sobre marcas, a importância daqueles que estão ao nosso redor. Recomendo com certeza o livro, bem divertido e inteligente.

Nota: 4/5

VEJA TAMBÉM

No mundo da Luna, de Carina Rissi Luna Braga acabou de se formar em jornalismo e trabalha de recepcionista na revista Fatos&Furos. Além de odiar seu emprego, ela odeia seu chefe, o grande redator-chefe Dante Montini, que sempre diz seu nome errado. Quando um dos jornalistas sai, Dante pede para Luna assumir o horoscópio da revista....
A Cadeira de Prata , de C. S. Lewis "Como se chega até lá?", perguntou Jill, tentando encontrar um jeito qualquer de fugir daquela escola horrível. "Do único modo possível", sussurrou Eustáquio, "por magia". Então deram-se as mãos e, concentrando toda a sua força de vontade para que algo acontecesse, viram-se de repente à beira de um ...
Asylum, de Madeleine Roux "AsylumPara Dan Crawford, 16 anos, o New Hampshire College Prep é mais do que um programa de verão – é uma tábua de salvação. Um pária em sua escola, Dan está animado para finalmente fazer alguns amigos em seu último verão antes da faculdade. Mas, quando ele chega no programa, Dan descobre que seu d...
The following two tabs change content below.

Isabela Ferreira Soares

Gosto muito de ler desde pequena, livros nos fazem viajar, sou obcecada por eles e muitas vezes tenho que me policiar para não passar meus dias só lendo!

Últimas Postagens de Isabela Ferreira Soares (Ver todas as publicações)

Quer receber nossas atualizações por e-mail?

Nós podemos ajudá-lo a escolher sua próxima leitura.

Categoria: Adolescente, Comédia, David Levithan, Drama, John Green, Literatura Juvenil, Romance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *