Maldade, de Danielle Steel

6 de fevereiro de 2016 | Por | 1 Resposta Mais

“A alma feminina não é um mistério para Danielle Steel, consagrada autora dos sucesso Cinco dias em Paris e Asas, entre outros. Em Maldade, ela reafirma a condição de primeira-dama da literatura romântica ao contar a história comovente de uma heroína que luta para sobreviver aos fantasmas do passado e reencontrar a felicidade. Grace Adams é um adolescente tímida e recatada que, na noite do enterro da mãe, comete um assassinato. A vítima é o próprio pai, um respeitado advogado da cidade de Watseka. Todos a acusam de ser uma assassina fria. Grace, no entanto, prefere calar-se, escondendo um terrível segredo de família. Massacrada em um julgamento de cartas marcadas, ela é condenada e vai para um presídio feminino em Illinois. Sozinha e sem amigos, ela tem que reaprender a viver e, principalmente, a amar.”

Eu ganhei esse livro a muito tempo, da minha antiga orientadora pedagógica. Li, mas achei estranho, que não era um livro para uma criança da minha idade (eu tinha 12 anos). Aí decidi lê-lo novamente, e resolvi fazer uma resenha crítica desse livro incrível.

Quem conhece Danielle Steel, sabe que ela conhece e entende a alma feminina tal como ninguém. Pelo menos, em minha opinião. E esse livro não fica por baixo e retrata uma realidade decadente de muitas mulheres no mundo: maus tratos e estupros por parte dos homens.

O livro conta a trajetória de Grace Adams, uma adolescente que acabou de perder a mãe. E ela tem um segredo terrível, que a perturba desde os 13 anos.

Numa noite do falecimento da mãe, o pai de Grace deixa clara as suas intenções: ele a queria, até o fim de sua vida, só para ele. Ele a puxou para o quarto do casal e jogou-a na cama. Num ato de misericórdia, quando Grace estava quase desistindo de lutar, ela encontra uma arma e põe um fim no seu sofrimento, matando o pai. Ou não. Ela foi levada pela polícia que, não considerava em hipótese alguma a ideia do pai dela ter estuprado ela, por conta da grande influência que ele exercia em Watseka. Mesmo com todas as pistas a favor dessa ideia. E uma coisa leva a outra coisa muito maior e por aí vai.

Esse livro é muito profundo e mostra que, mesmo passando por situações tão difíceis, é possível dar a volta por cima e conquistar uma vida nova. A escrita é muito boa, informal, embora em alguns trechos as explicações sejam um pouco extensivas. Todos os personagens contribuem para alguma coisa (algo que eu acho muito importante em um livro). A trajetória de Grace é incrível, pela sua força de vontade em continuar seguindo em frente, sempre em frente e um final lindo. Uma ótima recomendação para quem curte um romance água com açucar. 5/5

VEJA TAMBÉM

Casada até Quarta , de Catherine Bybee Após passar por uma longa ressaca literária depois de ler "Corte de Asas e Ruínas" pensei que nunca encontraria algum livro que pudesse tira Feyre e Rhys do meu coração, depois de um tempo cheguei a uma conclusão: Glória, isso nunca vai acontecer ! Mas por outro lado pensei : "Meu, eu não vou ficar...
Prometida, de Carina Rissi Prometida ... Não posso começar essa resenha sem antes deixar claro uma coisa, eu amo a Carina Rissi de paixão, uma das melhores autoras nacionais que eu conheço. (Apesar de ser suspeita para falar) Depois de passar um tempo um tanto longo sem postar nada (4 meses pra ser mais especifica) , aqui e...
The following two tabs change content below.

Gabrielle

Gabi Gomes - amante de livros, da boa música e do bom café. Tímida, introvertida, introspectiva e derivados. Não, não sou antissocial, embora eu diga (só pra pararem de perguntar).

Últimas Postagens de Gabrielle (Ver todas as publicações)

Quer receber nossas atualizações por e-mail?

Nós podemos ajudá-lo a escolher sua próxima leitura.

Categoria: Adolescente, Drama, Romance

Sobre o autor ()

Gabi Gomes - amante de livros, da boa música e do bom café. Tímida, introvertida, introspectiva e derivados. Não, não sou antissocial, embora eu diga (só pra pararem de perguntar).

Comentários (1)

Trackback URL | Feed RSS para comentários

  1. Wendel Quaresma disse:

    Muito bom!

Deixe um Comentário