Memórias Sexuais no Opus Dei, de Antônio Carlos Brolezzi

7 de junho de 2015 | Por | Resposta Mais

Capa Memorias Sexuais no Opus Dei

Edição: 1
Editora: Panda BOOKS
ISBN: 8576950332
Ano: 2006
Páginas: 191

“Memórias Sexuais No Opus Dei”, apesar de muito esperado não recebeu o brilho que se aguardava no Brasil. O livro nada mais é do que a narrativa de como o jovem Antônio Carlos Brolezzi, foi atraído e posteriormente inserido dentro da “Obra de Deus”.  Provavelmente a temática, pesada também tratada de um modo pesado fez com que muitos leitores abandonassem a leitura. Outro fato que também pode ter ofuscado o livro, bastante bem escrito é o de a igreja ter apresentado uma reação negativa em relação a publicação no Brasil, que por não estar no eixo Fantasia – Ficção já se encontra fora do foco dos brasileiros.

O fato é que o autor Antônio Carlos Brolezzi abre os olhos dos brasileiros para o modo como a “Obra de Deus” age no Brasil, trazendo uma narrativa que muitas vezes se apresenta como ingênua e dramática ao mesmo tempo, ele vem nos convencer a acreditar em coisas de arrepiar os cabelos. Durante toda a leitura o clima que se configura interna e externamente nos cenários, onde ocorrem as cenas descritas pelo autor é pesado e constrangedor. Durante todo o livro vemos o autor ressaltar seu arrependimento em ter entrado e permanecido na instituição por nove anos e como sua fé cega foi manipulada por pessoas que profissionais em fazer isso, passavam seus dias torturando e abusando psicologicamente de seus integrantes mais frágeis. Em vários momentos vemos ideias de sexualidade distorcida e pessoas com sérios desequilíbrios mentais e orgânicos, interagindo com o mundo de maneira absurda e tentando propagar sua visão crítica e  boçal do mundo para seus subordinados.

Uma das passagens mais assustadoras e curtas é a em que o autor trata da forma pela qual as mulheres se encontravam inseridas na “Obra De Deus”, sendo sempre tratadas como seres submissos e inferiores, tendo torturas mais graves e o abuso psicológico de serem tratadas como se sujas fossem.

Obra muito interessante para interessados ou desavisados, faz com que questionemos os limites de uma religião ou agrupamento religioso, dentro da ética da sociedade e dos limites colocados para que nós, consigamos sobreviver uns aos outros em um ambiente social.

Antônio Carlos Brolezzi é um educador matemático brasileiro e professor do IME-USP. Ficou conhecido na mídia brasileira pela obra Memórias Sexuais no Opus Dei (Panda BOOKS, 2006) que conta sobre sua experiência na época em que era numerário da Opus Dei. É autor também de Criatividade e resolução de problemas (Editora Livraria da Física, 2013) e A arte de contar: história da matemática e educação matemática (Editora Livraria da Física, 2014).

Audrei Bittencourt Maciel, Técnica Agrícola e Agropecuária, escritora nos blogs, Resenhas De Livros vinculado ao site Ler Livros Online e De Olho Em São Marcos e autora da page Ensino Em São Marcos no Facebook.

VEJA TAMBÉM

Cartas de amor aos mortos, de Ava Dellaira Tudo começa quando a professora de Inglês do novo colégio passa uma tarefa bastante incomum para seus alunos do ensino médio, escrever uma carta para alguém que já morreu. Laurel começa a escrever várias cartas para pessoas como Kurt Cobain, Janis Joplin, Amy Winehouse, Elizabeth Bishop… E vai conta...
Um Caso Perdido , de Colleen Hoover Passei aproximadamente 30 minutos pensando como começar essa resenha, sinceramente nem ao menos sabia de que livro ela seria, e fiquei assim parada ... Sem ter nada para escrever, a seta lá piscando esperando eu escrever ao menos uma palavra, foi quando me deu conta que precisava escrever sobre al...
O Próximo Minuto, de Robson Pinheiro Com mais de 10.000 cópias vendidas em sua primeira edição o livro “O Próximo Minuto” trata de temas como a homossexualidade na visão do espiritismo, morte, coma, dimensão mental e a diferença que a eternidade de um minuto pode fazer na vida de 5 pessoas. Ao “morrerem” ás 3:31, do mesmo dia Patríc...
The following two tabs change content below.

Audrei Bittencourt

Sou uma pessoa diferente, temperamental, com gênio muito forte, divertida e inteligente, gentil e amiga. Tenho paixão por livros desde a primeira série do fundamental e leio pelo menos um por semana. Meus estilos preferidos são romance, terror, mistério e suspense. Autora de "Normalidade" da coleção " A Ceifeira". Técnica Agrícola e Agropecuária, estudante de Ciência e Tecnologia dos Alimentos da UERGS, escritora nos blogs, Resenhas De Livros vinculado ao site Ler Livros Online e De Olho Em São Marcos e autora de “Normalidade” da série A Ceifeira.

Últimas Postagens de Audrei Bittencourt (Ver todas as publicações)

Quer receber nossas atualizações por e-mail?

Nós podemos ajudá-lo a escolher sua próxima leitura.

Categoria: Autoajuda, Drama, Literatura Nacional

Sobre o autor ()

Sou uma pessoa diferente, temperamental, com gênio muito forte, divertida e inteligente, gentil e amiga. Tenho paixão por livros desde a primeira série do fundamental e leio pelo menos um por semana. Meus estilos preferidos são romance, terror, mistério e suspense. Autora de "Normalidade" da coleção " A Ceifeira". Técnica Agrícola e Agropecuária, estudante de Ciência e Tecnologia dos Alimentos da UERGS, escritora nos blogs, Resenhas De Livros vinculado ao site Ler Livros Online e De Olho Em São Marcos e autora de “Normalidade” da série A Ceifeira.

Deixe um Comentário