Scarlet [Crônicas Lunares #2], de Marissa Meyer

30 de junho de 2019 | Por | Resposta Mais

Autora – Marissa Meyer

Editora – Rocco

Páginas – 480

Sinopse

Ela não sabia que o lobo era um tipo de animal perverso e não teve medo dele.
Contos de fadas revisitados
Cinder, a ciborgue mecânica, retorna nesta segunda parte da emocionante série Crônicas Lunares. Ela está tentando a todo custo escapar da prisão – embora, se seu plano der certo, possa acabar se tornando a fugitiva mais procurada do mundo.
Quase do outro lado do globo, a avó de Scarlet Benoit desapareceu. Enquanto investiga seu paradeiro, Scarlet descobre que há muitas coisas que não sabe sobre a avó e que durante toda a sua vida correu grande perigo. E então, Scarlet conhece Lobo, um lutador de rua que pode ter informações sobre o paradeiro de sua avó. Apesar de sua relutância em confiar no estranho, de um jeito inexplicável, ela acaba se sentindo atraída por ele. E Lobo por ela. Entre as pistas para desvendar esse mistério, Scarlet e Lobo descobrem um enigma ainda maior ao conhecerem Cinder.
Agora, todos eles precisam estar um passo à frente da perversa rainha Lunar Levana, que vai fazer de tudo para que o príncipe Kai se torne seu marido, seu rei, seu prisioneiro.

O que eu achei do livro:

Após ler Cinder, primeiro livro de Crônicas Lunares, o meu anseio por Scarlet foi incomum. O ponto deixado no fim da trama do livro anterior deixou um gancho e me fez ansiar tanto por ler a continuação que minha aventura em Scarlet se deu tão rápido quanto com Cinder. Agora, a trama que se baseava nas aventuras da ciborgue Cinder abre espaços para uma nova personagem muito importante, Scarlet, criando uma releitura de Chapeuzinho Vermelho com destaque para personagens como sua avó e Lobo, que criam a premissa dessa obra, seguindo por uma outra via o rumo dos acontecimentos e se distanciando do conto original, criando uma história bem mais macabra do que aquela que conhecemos pelos Irmãos Grimm e trazendo novos ares com a história ocorrendo agora na França.

A leitura dessa obra não se deu como no anterior, devorado com muita velocidade. Scarlet foi feito para ser apreciado como uma comida rara, com a intercalagem de personagens bem equilibrada, lembrando um tanto da escrita da Cassandra Clare, que alternava o ponto de vista dos personagens em momentos de alta tensão, agora com Marissa Meyer mostrando uma escrita muito mais sombria e angustiante, levando a quase todas as cenas momentos de aflição e desespero, representando a guerra que estava para despontar sobre o mundo. A partir desse estilo um pouco modificado de um livro para o outro, a previsibilidade de algumas cenas que vimos em Cinder passa a se mostrar inexistente em Scarlet, prendendo o leitor em uma maravilhosa dança entre os personagens e os acontecimentos.

A cronologia também é louvável. A obra começa poucas semanas após o livro antecessor, e somos apresentados a marcas de tempo e espaço precisamente calculados. Agora com mais personagens em cena, espera-se de furos no roteiro ou inconsistências em algumas cenas, mas todo o universo que está nas mãos de Marissa Meyer tem seu tempo completamente calculado, de forma que o encaixe entre as cenas seja preciso e maravilhoso aos olhos de quem lê.

Eu gostei da entrada dos novos personagens, que aliviaram algumas coisas que irritavam no livro anterior, como nas cenas de Cinder e seus pensamentos pessimistas ou quando apareciam informações que o leitor já sabia a resposta em seu subconsciente. O ponto de vista de todos os personagens importantes também foi algo importante a ser notado. Mais capítulos do Kai, da Cinder e da Scarlet deram um novo panorama ao universo de Crônicas Lunares, tendo até a perspectiva de um personagem bombástico. Essas mudanças positivas de um livro para o outro anularam qualquer opinião negativa desse livro, que se tornou o meu favorito dessa saga.

Pontuação = 5/5

Marissa Meyer é uma romancista americana. Seu romance de estréia, Cinder, foi lançado em 3 de janeiro de 2012. É o primeiro de sua série The Lunar Chronicles.

The following two tabs change content below.

Emily Damascena

Em meio ao caos, ao mundo, ao exército de problemas e complexidades essa garota lê. É bem improvável ela não estar lendo ou escrevendo, ou as duas coisas ao mesmo tempo. Divide o resto de seu tempo com Deus, livros, filmes, séries, cadernos, computador, cama, irmãs, trabalho e não perde uma oportunidade de fazer um belo bolo para a família.

Últimas Postagens de Emily Damascena (Ver todas as publicações)

Quer receber nossas atualizações por e-mail?

Nós podemos ajudá-lo a escolher sua próxima leitura.

Tags:

Categoria: Adolescente, Aventura, Distopia, Fantasia, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Ficção Histórica, Literatura Fantástica, Romance

Sobre o autor ()

Em meio ao caos, ao mundo, ao exército de problemas e complexidades essa garota lê. É bem improvável ela não estar lendo ou escrevendo, ou as duas coisas ao mesmo tempo. Divide o resto de seu tempo com Deus, livros, filmes, séries, cadernos, computador, cama, irmãs, trabalho e não perde uma oportunidade de fazer um belo bolo para a família.

Deixe um Comentário