A Estréia de Fani [Fazendo meu Filme #1], de Paula Pimenta

21 de novembro de 2014 | Por | Resposta Mais

Capa A Estreia de FaniFazendo meu filme é uma série de livros escritos pela autora brasileira Paula Pimenta e lançado em 2009.

O livro é narrado em primeira pessoa, o que possibilita o leitor conhecer intimamente os sentimentos do personagem. Fazendo meu Filme 1 conta a história de Fani,uma adolescente comum, cheia de expectativas e sonhos. Desde pequena Fani sonha em ser cineasta, e para tanto aproveita todo o seu tempo livre para assistir filmes (que ela classifica com 1 à 5 estrelinhas) e comprar mais DVD’s para sua coleção. Ela pensa estar apaixonada pelo seu professor de Biologia, mas no desenrolar da história se descobre profundamente apaixonada pelo seu melhor amigo,Léo. A vida de Fani dá uma reviravolta mais louca ainda quando surge a oportunidade de fazer intercâmbio e ir morar por um ano em outro país. Agora ela está indecisa entre um amor que ela não sabe se é correspondido, suas amigas e a vida pacata em Belo Horizonte ou uma viagem internacional que pode mudar tudo e adiar seus planos, mas que também pode contribuir muito para sua vida profissional. Apesar da protagonista ter uma crise de choro a quase cada duas páginas, os outros personagens compensam bem esse defeito.

Achei uma história excelente, tem um tom levinho, escrito com muito bom humor e muita inteligência. Resgata aquela ingenuidade adolescente, e acompanhar o crescimento dos personagens é muito bacana. O tempo todo o livro me fazia lembrar minha época de escola. Os diálogos são ricos interessantes e o timing também é muito bom. É o tipo de leitura que prende a atenção mesmo.Por se tratar de um livro nacional, é possível ter uma idéia mais clara do cenário, e inclusive pra quem mora em BH passear por ele.

Achei a Paula Pimenta uma escritora muito criativa e a história dela apesar de escrita para o público infato- juvenil, atraiu atenção de todos os tipos de leitores. O diferencial dessa série é que para cada livro existe uma trilha sonora que mistura canções nacionais e internacionais.

Vale muito a pena a leitura! 5 estrelinhas,ou melhor, nota 5/5!

VEJA TAMBÉM

Iracema, de José de Alencar Quem não conhece o grande clássico da literatura nacional? Iracema pinta a história de uma jovem índia, que representa o povo brasileiro apaixonada pelo colonizador português. Iracema não é apenas um romance, mas tem um significado simbólico capaz de contar a história do nascimento de uma nação des...
A Culpa é das Estrelas, de John Green O livro “ A Culpa é das Estrelas” é magnifico, quem leu , não se arrependeu, a frase que provavelmente vai te tocar, deve ser : “Alguns infinitos são maiores que os outros” ou, Okay? Okay. Qualquer fã do livro, deve ter um desejo insuportável de ler o livro “Uma Aflição Imperial”....
O primo Basílio, de Eça de Queirós É um romance que critica os costumes da burguesia de Lisboa. Conta a história de uma casal: Luisa e Jorge; que vivem sem muitas emoções, nem perspectivas familiares. Jorge tem que viajar a trabalho. Durante a ausência do marido, Luisa tem a visita de Basílio, seu primo com quem trocou cartas de ...
The following two tabs change content below.

Emanuela de Oliveira

Refugiada para sempre no mundo dos livros. Porque uma vida só não basta! Ler sempre foi um exercício encantador para mim, ainda lembro da primeira vez que consegui juntar as letrinhas e formar as palavras,e em seguida frases, fiquei tão contente que nunca mais parei. Amo a sensação de entrar na pele dos personagens e “viver” situações tão diferentes do meu cotidiano, gosto dessa coisa de aprender sem ter que passar pela situação realmente. Divido meu tempo livre entre leitura, animes, filmes e doramas. Se a história da minha vida fosse um livro, gostaria que fosse escrito pela Marian Keyes.

Últimas Postagens de Emanuela de Oliveira (Ver todas as publicações)

Quer receber nossas atualizações por e-mail?

Nós podemos ajudá-lo a escolher sua próxima leitura.

Categoria: Paula Pimenta, Romance

Sobre o autor ()

Refugiada para sempre no mundo dos livros. Porque uma vida só não basta! Ler sempre foi um exercício encantador para mim, ainda lembro da primeira vez que consegui juntar as letrinhas e formar as palavras,e em seguida frases, fiquei tão contente que nunca mais parei. Amo a sensação de entrar na pele dos personagens e “viver” situações tão diferentes do meu cotidiano, gosto dessa coisa de aprender sem ter que passar pela situação realmente. Divido meu tempo livre entre leitura, animes, filmes e doramas. Se a história da minha vida fosse um livro, gostaria que fosse escrito pela Marian Keyes.

Deixe um Comentário